Escolha as suas informações

Guterres em Ancara na segunda-feira antes de reunir com presidentes russo e ucraniano
Mundo 24.04.2022 Do nosso arquivo online
Guerra na Ucrânia

Guterres em Ancara na segunda-feira antes de reunir com presidentes russo e ucraniano

Guerra na Ucrânia

Guterres em Ancara na segunda-feira antes de reunir com presidentes russo e ucraniano

Foto: AFP
Mundo 24.04.2022 Do nosso arquivo online
Guerra na Ucrânia

Guterres em Ancara na segunda-feira antes de reunir com presidentes russo e ucraniano

Lusa
Lusa
António Guterres vai reunir-se em Ancara com o Presidente, Recep Tayyip Erdogan, informou o porta-voz do líder da ONU.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, visita a Turquia esta segunda-feira, antes dos encontros agendados com os presidentes russo e ucraniano.

António Guterres vai reunir-se em Ancara com o Presidente, Recep Tayyip Erdogan, informou o porta-voz do líder da ONU.

O secretário-geral das Nações Unidas visita Moscovo, na Federação Russa, na terça-feira, onde irá encontrar-se com o Presidente russo, Vladimir Putin.


Líder da ONU em Kiev na quinta-feira após encontro com Putin em Moscovo
Esta semana, mais de 200 antigos dirigentes da ONU dirigiram uma carta a António Guterres, com um apelo para que seja mais proativo em relação a esse conflito.

Guterres vai ter uma reunião de trabalho e um almoço com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, e será recebido pelo Presidente, Vladimir Putin.

O porta-voz do secretário-geral da ONU já anunciara a visita de Guterres à Ucrânia. No encontro marcado para quinta-feira prevê-se uma reunião de trabalho com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Dmytro Kuleba, e com o Presidente, Volodymyr Zelenskyy.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A ofensiva militar causou já a fuga de mais de 12 milhões de pessoas, das quais mais de 5,16 milhões para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU – a pior crise de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas