Escolha as suas informações

Guterres desafia principais países emissores a fazer "muito mais" no próximo ano
Mundo 11.12.2019 Do nosso arquivo online

Guterres desafia principais países emissores a fazer "muito mais" no próximo ano

Guterres desafia principais países emissores a fazer "muito mais" no próximo ano

Foto: AFP
Mundo 11.12.2019 Do nosso arquivo online

Guterres desafia principais países emissores a fazer "muito mais" no próximo ano

"Está na altura de falar a sério", afirmou no plenário da 25.ª Conferência das Partes (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas.

O secretário geral das Nações Unidas, António Guterres, exortou hoje os países que emitem mais gases com efeito de estufa a fazerem "muito mais" para as diminuir, ou todos os esforços para combater alterações climáticas serão prejudicados. 

Falando num plenário da 25.ª Conferência das Partes (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, António Guterres considerou que os países responsáveis por mais emissões deverão ser a prioridade nos próximos 12 meses, até à COP26, em que os países signatários do Acordo de Paris terão de anunciar a revisão dos seus compromissos. 

"Está na altura de falar a sério", afirmou o líder das Nações Unidas, apelando aos maiores emissores para cumprirem as suas promessas ou "todas as próximas gerações pagarão um preço incomportável". 

 António Guterres afirmou que a conferência está a mostrar "quem cumpre e quem não cumpre".


Notícias relacionadas

Madrid. Última chamada para salvar o planeta
Começou hoje em Madrid a Cimeira do Clima que dura até 13 de dezembro e que pretende concretizar e alargar os objetivos do Acordo de Paris para defender um planeta que se encaminha para um aumento da temperatura média de 3,5ºC.