Escolha as suas informações

Guerras e conflitos: Nova trégua no leste da Ucrânia anunciada para sábado
Mundo 21.06.2017

Guerras e conflitos: Nova trégua no leste da Ucrânia anunciada para sábado

Guerras e conflitos: Nova trégua no leste da Ucrânia anunciada para sábado

Mundo 21.06.2017

Guerras e conflitos: Nova trégua no leste da Ucrânia anunciada para sábado

Uma nova trégua entre rebeldes pró-russos e forças ucranianas no leste da Ucrânia vai entrar em vigor no sábado, anunciaram hoje as autoridades separatistas.

Uma nova trégua entre rebeldes pró-russos e forças ucranianas no leste da Ucrânia vai entrar em vigor no sábado, anunciaram hoje as autoridades separatistas.

A decisão foi acordada em Minsk durante uma reunião do grupo de contacto para a Ucrânia (Kiev, Moscovo e Organização para a Segurança e Cooperação na Europa), com representantes dos rebeldes ucranianos, indicou Viktoria Talakina, porta-voz do líder separatista, Denis Pouchiline.

“Os participantes na reunião do Grupo de contacto apoiaram a ideia de instaurar uma trégua a partir das 00:00, hora local, a 24 de junho” no leste da Ucrânia, para permitir aos habitantes locais que procedam às colheitas agrícolas, precisou Talakina, citada pela agência noticiosa da autoproclamada República Popular de Donetsk (DNR).

“A trégua deve prolongar-se até 31 de agosto”, acrescentou. A decisão foi confirmada pelas autoridades ucranianas.

Nos dois últimos anos foram concluídas numerosas tréguas entre as forças de Kiev e os separatistas pró-russos, por ocasião do Natal ou do início do ano escolar, mas nunca foi garantido o fim definitivo dos combates.

Nos seus relatórios, a missão especial de observação (SMM) da OSCE refere-se a violações diárias do último cessar-fogo, que entrou em vigor em 01 de abril devido às festas pascais.

Na terça-feira, homens armados abriram fogo sobre dois veículos de observadores da OSCE 16 quilómetros a nordeste de Donetsk, um dos bastiões rebeldes, mas segundo a missão internacional não se registaram feridos.

Mais de 10 mil pessoas, entre civis e militares dos dois campos, foram mortas no leste da Ucrânia desde o início do conflito em 2014.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas