Escolha as suas informações

Governo chinês denuncia “repressão” após medidas dos EUA contra ‘apps’ chinesas
Mundo 07.08.2020

Governo chinês denuncia “repressão” após medidas dos EUA contra ‘apps’ chinesas

Governo chinês denuncia “repressão” após medidas dos EUA contra ‘apps’ chinesas

Foto: AFP
Mundo 07.08.2020

Governo chinês denuncia “repressão” após medidas dos EUA contra ‘apps’ chinesas

Lusa
Lusa
O Governo chinês acusou esta sexta-feira de "manipulação política e repressão" as autoridades dos Estados Unidos, após medidas restritivas adotadas por Washington contra as aplicações chinesas TikTok e WeChat.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou na quinta-feira a proibição de qualquer transação com estas duas aplicações, que pertencem a empresas chinesas, dentro de 45 dias.

Em conferência de imprensa, o porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Wengbin, acusou Washington de "colocar os seus interesses egoístas acima dos princípios do mercado e das regras internacionais".

Os Estados Unidos "exercem uma manipulação política arbitrária e repressão, que só podem levar ao seu próprio declínio moral e danificar a sua imagem", acrescentou.

O Presidente norte-americano falou de uma "emergência nacional" em relação à aplicação de vídeos TikTok, muito popular entre os adolescentes, mas que Trump acusa de estar ao serviço da espionagem chinesa.

O Presidente assinou um decreto semelhante contra a plataforma WeChat, que pertence ao gigante chinês Tencent. Na Bolsa de Valores de Hong Kong, as ações da Tencent afundaram mais de 6% após o anúncio.

Washington tem adotado uma política de rivalidade em relação à China em praticamente todas as frentes: comércio, competição tecnológica, a pandemia do novo coronavírus, direitos humanos ou a soberania do Mar do Sul da China.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas