Escolha as suas informações

Gabby Petito. O caso da influencer que desapareceu sem deixar rasto e que está a agitar a América
Mundo 3 min. 20.09.2021
EUA

Gabby Petito. O caso da influencer que desapareceu sem deixar rasto e que está a agitar a América

EUA

Gabby Petito. O caso da influencer que desapareceu sem deixar rasto e que está a agitar a América

AFP
Mundo 3 min. 20.09.2021
EUA

Gabby Petito. O caso da influencer que desapareceu sem deixar rasto e que está a agitar a América

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Polícia americana encontrou corpo que parece corresponder ao da jovem desaparecida desde agosto. O namorado, que acompanhava a influencer na altura do seu desaparecimento, é considerado "pessoa de interesse para a investigação".

O desaparecimento de Gabrielle Petito, conhecida influencer americana de 22 anos, tem sido seguido nos Estados Unidos como um mistério dos livros ou dos filmes policiais. 

A jovem, que, no verão, tinha partido para uma viagem costa a costa, pelo país, com o namorado, Brian Laundrie, de 23 anos, ia documentando os pontos de paragem, sobretudo nas suas redes sociais, até que deixou de dar notícias, em agosto. O namorado regressou a casa, em North Port, na Florida, a 1 de setembro, na carrinha em que ambos partiram, mas Gabby Petito, como era conhecida, não vinha com ele. E Brian Laundrie não apresentou qualquer justificação. A família da influencer reportou o seu desaparecimento a 11 de setembro.

Este fim-de-semana, as autoridades realizaram uma vasta busca na zona de campismo de Spread Creek, na Bridger-Teton National Forest, no limite leste do Parque Nacional de Grand Teton e o FBI anunciou que tinham sido encontrados, no domingo, restos humanos, no condado de Teton, estado do Wyoming, "consistentes com a descrição de" Gabby Petito. 

"A identificação forense completa não foi concluída para confirmar a 100% que encontrámos Gabby, mas a sua família foi notificada desta descoberta", afirmou, em conferência de imprensa, Charles Jones, do FBI. 

Desaparecimento de Gabby Petito
Desaparecimento de Gabby Petito
Foto: AFP


A causa da morte ainda não foi determinada, mas o médico-legista do condado de Teton, Brent Blue, afirmou à CNN que está marcada uma autópsia para terça-feira, que permitirá apurar definitivamente a identidade do cadáver.

Em parte incerta, namorado é "pessoa de interesse para a investigação" 

O namorado de Gabby Petito, Brian Laundrie, não é, para já, tido como suspeito de crime, pelas autoridades, mas é visto como "pessoa de interesse para a investigação".

O seu paradeiro "é atualmente desconhecido", afirmou na sexta-feira o  advogado da família de Brian Laundrie, Steven Bertolino. 

Opinião diferente tem a família de Gabby Petito que considera a sua atitude suspeita, afirmando que Laundrie não está desaparecido, mas sim "escondido", afirmou, à CNN, o advogado dos Petito, Richard Stafford.

Família de Gabby Petito
Família de Gabby Petito
Foto: AFP

Segundo a estação de TV americana, a polícia visitou a casa da família do namorado da influencer, depois de esta ter sido dada como desaparecida, mas os familiares recusaram-se a falar, remetendo as autoridades para o advogado que os representa. Ainda assim, a casa foi revistada, na sexta-feira à noite, depois de os familiares terem dito que já não viam Brian Laundrie há vários dias.

Quando a família de Gabby comunicou o seu desaparecimento, a polícia ainda conseguiu interrogar Brian Laundrie, mas adiantou que este não deu "nenhuma informação". "Brian recusa-se a dizer onde viu Gabby pela última vez, ou a explicar porque a deixou sozinha, trazendo a carrinha de volta. Estas são perguntas críticas que requerem respostas imediatas", declarou, na altura, a família de Gabby Petito, citada pela AFP.

Durante a viagem, nas redes sociais, o casal apareceu, frequentemente, a sorrir, a abraçar-se carinhosamente ou a caminhar de mãos dadas na praia, mas um vídeo tornado público pela polícia, em Moab, uma pequena cidade no estado do Utah, veio lançar algumas suspeitas sobre o namorado. Nesse vídeo, Gabrielle Petito aparece em lágrimas num carro, depois de a polícia ter sido chamada para resolver uma discussão doméstica. 

O FBI afirmou, em comunicado, que a investigação continua aberta e pede aos cidadãos que mantenham distância das zonas onde os agentes continuam a trabalhar. Ao mesmo tempo, solicita a eventuais testemunhas, que possam ter visto o casal ou o veículo em que se deslocavam, uma carrinha Ford Transit 2012 com uma matrícula da Florida e autocolantes na parte de trás, para o partilharem com as autoridades. "Continuamos a procurar informações de qualquer pessoa que tenha utilizado a área de campismo dispersa de Spread Creek, entre as datas de 27 e 30 de agosto", afirmou o agente do FBI, Charles Jones.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas