Escolha as suas informações

França regista mais de meio milhão de casos diários de covid-19
Mundo 26.01.2022
Relatório diário

França regista mais de meio milhão de casos diários de covid-19

Relatório diário

França regista mais de meio milhão de casos diários de covid-19

Foto: Julien de Rosa/AFP
Mundo 26.01.2022
Relatório diário

França regista mais de meio milhão de casos diários de covid-19

AFP
AFP
É o país da Europa com a maior taxa de infeções diárias de covid-19.

França registou 501.635 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o último relatório das autoridades sanitárias. Este número representa um novo recorde diário e é a primeira vez que se ultrapassa a marca de meio milhão de casos. O país regista atualmente a maior taxa de infeção diária da Europa, com uma média de mais de 360 mil novos casos, na última semana. 

Os internamentos também têm vindo a aumentar e há mais de 30.000 pessoas hospitalizadas por causa do vírus em todo o país, o maior número desde novembro de 2020, segundo os dados oficiais. Deste número, 3.700 estão nas unidades de cuidados intensivos, atestando a eficácia das vacinas contra a covid-19. Cerca de 364 pessoas morreram nas últimas 24 horas, elevando o número total de mortes em França para 129.489. 


França vai aligeirar restrições sanitárias. O que muda a partir de fevereiro?
O Governo francês anunciou esta quinta-feira, 20, o fim de algumas restrições contra a covid-19 a partir de fevereiro, como teletrabalho obrigatório ou lotação limitada de espaços fechados, com o 'passe vacinal' a entrar em vigor segunda-feira.

Apesar do elevado número de casos, o primeiro-ministro, Jean Castex, anunciou na semana passada um calendário para o levantamento das restrições sanitárias, a partir de 2 de fevereiro.   

Este novo recorde surge na mesma semana em que entrou em vigor o polémico passe vacinal. Este certificado destina-se a todos os residentes com  mais de 16 anos e inclui um certificado de vacinação completo, ou recuperação da infeção, ou certificado de contraindicação à vacinação. Será necessário para frequentar locais públicos - até para cafés ou transportes - não sendo suficiente apenas o teste negativo. Segundo os dados oficiais, mais de 77% da população francesa recebeu duas doses de uma vacina contra a covid-19. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas