Escolha as suas informações

França já abateu 16 milhões de aves devido à gripe aviária
Mundo 02.05.2022
Epidemia

França já abateu 16 milhões de aves devido à gripe aviária

Os focos de infeção estão particularmente ligados às explorações de patos para a produção de 'foie gras'.
Epidemia

França já abateu 16 milhões de aves devido à gripe aviária

Os focos de infeção estão particularmente ligados às explorações de patos para a produção de 'foie gras'.
Foto: Oleksandr Pidvalnyi/Pexels
Mundo 02.05.2022
Epidemia

França já abateu 16 milhões de aves devido à gripe aviária

Lusa
Lusa
Desde o primeiro caso registado no norte do país, no final de novembro, 1.364 explorações foram contaminadas pelo vírus, incluindo 857 focos registados na Vendée (oeste da França) e nos departamentos vizinhos.

 A epidemia de gripe aviária levou a França a abater, desde novembro, 16 milhões de aves de capoeira, um número recorde de abates no país, informou nesta segunda-feira o Ministério da Agricultura. “O pico epidémico aconteceu no final de março e o epizoótico (doença que ocorre numa população animal) está a desacelerar”, adiantou o ministério.


Luxemburgo decide levantar medidas restritivas contra gripe das aves
O Luxemburgo já não regista casos de gripe das aves há três meses. Uma situação que leva o Ministério da Agricultura a levantar as medidas de quarentena preventivas esta sexta-feira.

Desde o primeiro caso registado no norte de França, no final de novembro, 1.364 explorações foram contaminadas pelo vírus, incluindo 857 focos registados na Vendée (oeste da França) e nos departamentos vizinhos, onde as autoridades esvaziam as explorações através do abate em massa de animais doentes, mas também saudáveis, de forma preventiva.

As crises da gripe aviária permanecem, geralmente, em grande parte confinadas ao sudoeste da França, particularmente associadas às explorações de patos para a produção de “foie gras”.

No ano passado, registaram-se cerca de 500 focos da doença em explorações agrícolas e 3,5 milhões de animais, principalmente patos, foram abatidos no país.


Milhões de animais mortos para impedir propagações de doenças. Até quando?
Na União Europeia, centenas de milhões de porcos e milhares de milhões de galinhas são mantidos em condições industriais intensivas, tornando-se incubadoras de doenças transmitidas por animais que estão a afetar fortemente a saúde pública.

A gripe aviária é sazonal, transportada por aves migratórias da Ásia, e começa geralmente a desenvolver-se em outubro na Europa, prosseguindo até abril.

Mas, pela primeira vez, as aves selvagens contaminaram as explorações agrícolas durante o recomeço da sua migração dos países do sul, o que levou a uma segunda vaga, que “está agora a chegar ao fim”, disse o ministério.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas