Escolha as suas informações

FBI está a fazer buscas na propriedade de Donald Trump em Mar-a-Largo
Mundo 09.08.2022
EUA

FBI está a fazer buscas na propriedade de Donald Trump em Mar-a-Largo

A casa do ex-Presidente norte-americano em Mar-a-Lago, no Estado da Florida.
EUA

FBI está a fazer buscas na propriedade de Donald Trump em Mar-a-Largo

A casa do ex-Presidente norte-americano em Mar-a-Lago, no Estado da Florida.
Foto: Greg Lovett/Palm Beach Post/ZUMA
Mundo 09.08.2022
EUA

FBI está a fazer buscas na propriedade de Donald Trump em Mar-a-Largo

Lusa
Lusa
O Departamento de Justiça tem estado a investigar a descoberta de caixas com informação classificada que foram levadas para o local.

O antigo presidente dos EUA Donald Trump afirmou que a polícia federal (FBI, na sigla em Inglês) estava esta segunda-feira a fazer buscas na sua propriedade imobiliária em Mar-a-Lago, Palm Beach, na Florida.

As circunstâncias das buscas não são claras ainda. 

Os porta-vozes do Departamento de Justiça e do FBI ainda não responderam às perguntas da agência Associated Press. "Depois de trabalhar e cooperar com as agências governamentais relevantes, estas buscas não anunciadas na minha casa não são necessárias nem apropriadas", disse Trump, numa longa declaração.

O Departamento de Justiça tem estado a investigar a descoberta de caixas com informação classificada que foram levadas para Mar-a-Lago depois de terminada a presidência Trump. Não está claro se a busca do FBI está relacionada com este assunto.


Trump "deitou gasolina no fogo" perante violência no Capitólio
Nas horas que se seguiram à invasão do Capitólio por uma multidão de apoiantes, o ex-presidente “escolheu não agir”, disse a comissão que investiga o ataque.

Uma investigação separada relacionada com os esforços dos aliados de Trump para anular os resultados das eleições presidenciais de 2020 e o assalto ao Congresso, a 6 de janeiro de 2021, também se está a intensificar em Washington.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O diretor do FBI, James Comey, que foi demitido pelo presidente dos EUA, acusou hoje Donald Trump de difamação, durante uma audiência no Senado norte-americano. Comey afirmou ainda que não tem dúvidas sobre a interferência russa nas eleições presidenciais norte-americanas.
US President Donald Trump (L) speaks in Ypilanti Township, Michigan March 15, 2017 and FBI Director James Comey testifies before a Senate Judiciary Committee hearing in Washington, D.C., May 3, 2017 in a combination of file photos.