Escolha as suas informações

Ex-Presidente peruano tenta suicídio antes de ser detido
Mundo 17.04.2019

Ex-Presidente peruano tenta suicídio antes de ser detido

Ex-Presidente peruano tenta suicídio antes de ser detido

Foto: AFP
Mundo 17.04.2019

Ex-Presidente peruano tenta suicídio antes de ser detido

Alan García está sob investigação por alegadamente ter sido subornado pela construtora brasileira Odebrecht.

O antigo Presidente do Peru, Alan García, terá disparado contra si próprio em casa pouco antes de ser detido por alegado envolvimento no escândalo da construtora brasileira Odebrecht, no âmbito da Operação Lava Jato, e encontra-se em estado crítico no hospital Casimiro Ulloa.

Segundo relata o diário El País, agentes da Divisão de Delitos de Alta Complexidade entraram na moradia do ex-chefe de Estado para concretizar o mandado de captura e encontraram-no já ferido no chão. Alan García está sob investigação por alegadamente ter recebido subornos num projeto de construção de carruagens para equipar a linha 1 do metro na cidade de Lima ao qual se candidatou a Odebrecht, recebendo em contrapartida contributos financeiros ilegais para a sua campanha.

A 17 de novembro do ano passado, um juiz decretou que o ex-Presidente não poderia deixar o país, depois de este ter solicitado asilo no Uruguai, refugiando-se mesmo em casa do embaixador uruguaio no Peru. Porém, o próprio Governo uruguaio rejeitou conceder-lhe asilo a 3 de dezembro. Conspiração, lavagem de dinheiro e tráfico de influências são outras acusações que constam no processo contra Alan García.

Além de García, as autoridades também detiveram Miguel Atala, ex-vice-presidente, e ainda Luis Nava, antigo secretário-geral da presidência.




Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.