Escolha as suas informações

Ex-líderes mundiais e prémios Nobel defendem suspensão das patentes das vacinas
Mundo 15.04.2021

Ex-líderes mundiais e prémios Nobel defendem suspensão das patentes das vacinas

Ex-líderes mundiais e prémios Nobel defendem suspensão das patentes das vacinas

Foto: AFP
Mundo 15.04.2021

Ex-líderes mundiais e prémios Nobel defendem suspensão das patentes das vacinas

Cerca de 170 ex-líderes mundiais e prémios Nobel deram a conhecer uma carta pública esta quinta-feira a exigir a libertação das patentes das vacinas com o objetivo de acelerar o fim da pandemia.

Entre os signatários está o antigo presidente francês, François Hollande, o antigo primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, o Nobel da Economia, Joseph Stiglitz, e a Nobel de Medicina, Françoise Barré-Sinoussi. Juntos pedem ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para se somar a esta causa. 

A suspensão da propriedade intelectual das vacinas é "uma etapa vital e necessária para acabar com a pandemia", defendem os signatários da carta, enviada ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. "Se o vírus foi deixado a deambular pelo mundo até os vacinados, pessoas no Estados Unidos, vão continuar a ser expostas a novas variantes", apontam.

Segundo a AFP, propõe-se uma suspensão temporária de algumas obrigações do Acordo sobre os Aspetos dos Direitos de Propriedade Intelectual relacionados ao Comércio (ADPIC) para que qualquer país possa produzir a vacina, sem a preocupação de dispor da patente.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas