Escolha as suas informações

EUA. Seis mortes em tiroteio em supermercado na Virgínia
Mundo 23.11.2022
Violência

EUA. Seis mortes em tiroteio em supermercado na Virgínia

Segundo as autoridades, o homem era funcionário do Walmart, onde aconteceu o ataque.
Violência

EUA. Seis mortes em tiroteio em supermercado na Virgínia

Segundo as autoridades, o homem era funcionário do Walmart, onde aconteceu o ataque.
Foto: AFP
Mundo 23.11.2022
Violência

EUA. Seis mortes em tiroteio em supermercado na Virgínia

Redação
Redação
O alegado autor dos crimes era um empregado do local e terá cometido suicídio após o ataque.

Na noite de terça-feira, por volta das 22h, um homem disparou sobre os clientes de um supermercado Walmart, em Chesapeake, Virgínia, no leste dos Estados Unidos. Seis pessoas morreram e quatro ficaram feridas.

Segundo as autoridades, o homem era funcionário do Walmart e terá cometido suicídio logo em seguida, no local. "O suspeito morreu do que acreditamos ter sido um ferimento de bala autoinfligido", disse Mark Solesky, chefe da polícia, em conferência de imprensa. 

As autoridades não avançaram o motivo que teria levado o funcionário a cometer os crimes. 

Esta semana, as superfícies comerciais estão mais cheias uma vez que é a semana do grande feriado norte-americano, Thanksgiving (Ação de Graças), em que as famílias se reúnem, o que acontece já na próxima quinta-feira. 

Mais de 600 tiroteios desde o início do ano

Os Estados Unidos são regularmente palco de tiroteios e outras formas de violência com armas. De acordo com o Arquivo da Violência Armada, houve mais de 600 tiroteios em massa (pelo menos quatro pessoas mortas ou feridas) desde o início deste ano. 

No entanto, a questão do quadro legal em torno das armas de fogo continua a ser muito sensível e o Congresso não consegue chegar a acordo.  


"Parem de nos matar". Raiva e união em homenagem às vítimas de atentado em bar 'gay'
O atirador, Anderson Lee Aldrich, de 22 anos, foi travado por um militar reformado e uma 'drag queen'. Mais tarde foi preso.

Há apenas quatro dias, no sábado, um tiroteio em Colorado Springs resultou em quatro mortes e 18 feridos num clube noturno da comunidade LGBT+. Nessa noite, comemorava-se o Dia da Memória Transgénero, dedicado às vítimas de violência transfóbica. 

Dez dias antes, três membros da equipa de futebol da Universidade da Virgínia (UVA) foram mortos por um antigo colega de equipa, depois de regressarem de uma viagem de autocarro. 

*com AFP



O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.