Escolha as suas informações

EUA/Eleições: Congresso certifica eleição de Donald Trump para a Presidência
Mundo 06.01.2017 Do nosso arquivo online

EUA/Eleições: Congresso certifica eleição de Donald Trump para a Presidência

 Donald J. Trump

EUA/Eleições: Congresso certifica eleição de Donald Trump para a Presidência

Donald J. Trump
Foto: AFP
Mundo 06.01.2017 Do nosso arquivo online

EUA/Eleições: Congresso certifica eleição de Donald Trump para a Presidência

Quase dois meses depois das eleições presidenciais de 08 de novembro, o Congresso norte-americano certificou hoje a eleição de Donald Trump para a Casa Branca, apesar de algumas interrupções por parte de congressistas democratas e manifestantes.

Quase dois meses depois das eleições presidenciais de 08 de novembro, o Congresso norte-americano certificou hoje a eleição de Donald Trump para a Casa Branca, apesar de algumas interrupções por parte de congressistas democratas e manifestantes.

O ainda vice-Presidente americano, Joe Biden, na qualidade de presidente do Senado (câmara alta do Congresso), presidiu uma sessão conjunta das duas câmaras do Congresso (Câmara dos Representantes e Senado) para contar o número de votos de “grandes eleitores” do Colégio Eleitoral conquistados por Donald Trump (304) e a sua rival democrata Hillary Clinton (227).

Os votos de cada estado foram abertos e registados por ordem alfabética. Biden anunciou então os resultados e declarou os nomes dos vencedores.

Pelo menos três manifestantes tentaram interromper a sessão quando Joe Biden fazia o anúncio e foram retirados da sala.

Donald Trump e o seu vice-presidente Mike Pence serão empossados a 20 de janeiro, numa cerimónia pública junto ao edifício do Capitólio, em Washington.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Começa a fase pública do 'impeachment' a Donald Trump
O processo de destituição do presidente norte-americano começa esta quarta-feira a ser transmitido pela televisão no dia em que os diplomatas William Taylor e George Kent prestam declarações no Congresso dos Estados Unidos.