Escolha as suas informações

EUA/Eleições: Clinton admite que derrota é dolorosa mas que todos têm de aceitar resultados
Hillary Clinton

EUA/Eleições: Clinton admite que derrota é dolorosa mas que todos têm de aceitar resultados

Foto: AFP
Hillary Clinton
Mundo 09.11.2016

EUA/Eleições: Clinton admite que derrota é dolorosa mas que todos têm de aceitar resultados

A candidata democrata às presidenciais norte-americanas, Hillary Clinton, afirmou hoje que a derrota “é dolorosa”, mas instou os seus apoiantes a “aceitarem os resultados” e que “Donald Trump é o presidente”.

A candidata democrata às presidenciais norte-americanas, Hillary Clinton, afirmou hoje que a derrota “é dolorosa”, mas instou os seus apoiantes a “aceitarem os resultados” e que “Donald Trump é o presidente”.

Falando publicamente pela primeira vez desde que foi conhecida a vitória do candidato republicano, Clinton frisou a importância de todos defenderem “valores comuns” como o primado da lei, a igualdade e a não-discriminação.

Entretanto, o ainda Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assegurou hoje que independentemente das diferenças, Donald Trump foi eleito e que a democracia exige que agora todos trabalhem pelo seu êxito.

“Não é segredo que o Presidente eleito e eu temos divergências bastante significativas (…) Mas a presidência e vice-presidência é maior do que nós”, disse Obama à imprensa na Casa Branca.

“Agora torcemos todos pelo seu êxito em unir e liderar este país. A transição pacífica do poder é uma das marcas da nossa democracia”, acrescentou.

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, venceu as eleições, derrotando, contra o que previam as sondagens, a adversária democrata, Hillary Clinton.

No discurso de vitória, Donald Trump disse que será o Presidente de todos os americanos e que é hora de os norte-americanos curarem as feridas da divisão e se juntarem "como um povo unido".


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas