Escolha as suas informações

EUA. Condutor que avançou sobre desfile de Natal acusado de cinco homicídios
Mundo 22.11.2021
Crime

EUA. Condutor que avançou sobre desfile de Natal acusado de cinco homicídios

Crime

EUA. Condutor que avançou sobre desfile de Natal acusado de cinco homicídios

Foto: Jim Vondruska/Getty Images/AFP
Mundo 22.11.2021
Crime

EUA. Condutor que avançou sobre desfile de Natal acusado de cinco homicídios

Lusa
Lusa
O suspeito esteve envolvido numa discussão conjugal alguns instantes antes dos factos” e “não há qualquer prova de que se tenha tratado de um ato terrorista”, avançam as autoridades.

Um automobilista acusado de ter esta segunda-feira avançado sobre um desfile de Natal na pequena cidade norte-americana de Waukesha, no Wisconsin, vai ser indiciado por cinco homicídios, anunciaram as autoridades norte-americanas encarregadas do inquérito.

“De acordo com as nossas informações, o suspeito esteve envolvido numa discussão conjugal alguns instantes antes dos factos” e “não há qualquer prova de que se tenha tratado de um ato terrorista”, indicou Daniel Thompson, chefe da polícia municipal de Waukesha, situada nos arredores de Milwaukee.

O homem, que no domingo atropelou mortalmente cinco pessoas e feriu 48, das quais 18 são menores, foi detido após o incidente e identificado pelas autoridades como Darren Brooks, de 39 anos e originário de Milwaukee.


Reprodução de um vídeo nas redes sociais do momento do acidente.
Pelo menos cinco mortos e 40 feridos atropelados em desfile de Natal nos EUA
Pelo menos cinco pessoas morreram e cerca de 40 ficaram feridas, atropeladas num desfile de Natal em Waukesha, Wisconsin, Estados Unidos, disseram este domingo as autoridades.

Suspeito conduzia um todo-o-terreno vermelho e derrubou várias barreiras

As vítimas mortais foram quatro mulheres com idades entre 52 e 79 anos e um homem de 81, indicou Thompson.

O atropelamento ocorreu quando grupos de dança, bandas de música escolares e políticos locais desfilavam pela Main Street.

O suspeito, que conduzia um todo-o-terreno vermelho, derrubou várias barreiras colocadas para o desfile, pelas 16:39 locais (22:30 em Lisboa) e avançou sobre a multidão.

Um agente policial tentou neutralizá-lo abrindo fogo contra ele, mas por causa da multidão concentrada na área para assistir ao desfile, teve que parar de disparar, para não fazer também vítimas.

Por fim, Brooks foi detido pela polícia perto do local do incidente, enfrentando agora cinco acusações de homicídio em primeiro grau.

Vários vídeos publicados nas redes sociais mostram uma viatura a atravessar o local do desfile a grande velocidade.

Num desses vídeos, ouvem-se tiros e vê-se o veículo a passar o cordão policial e a entrar na zona vedada ao trânsito.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.