Escolha as suas informações

Espanha. Galiza anuncia proibição de fumar nas ruas se não for possível manter distância
Mundo 13.08.2020

Espanha. Galiza anuncia proibição de fumar nas ruas se não for possível manter distância

Espanha. Galiza anuncia proibição de fumar nas ruas se não for possível manter distância

Mundo 13.08.2020

Espanha. Galiza anuncia proibição de fumar nas ruas se não for possível manter distância

AFP
AFP
A província espanhola da Galiza proíbe a partir desta quinta-feira fumar nas ruas e nos terraços dos cafés se não for possível manter uma distância de segurança de pelo menos dois metros entre as pessoas.

A medida sem precedentes em Espanha destina-se a tentar travar a transmissão do novo coronavírus, onde os novos casos tanbém têm aumentado nas últimas semanas. O uso de máscaras "para fumar cigarros ou cigarros eletrónicos (...) na via pública ou ao ar livre, incluindo terraços, só pode ser ignorado se for possível manter sempre uma distância mínima de dois metros entre as pessoas", revela o boletim oficial da região noroeste espanhola na quarta-feira à noite. 

A Sociedade Espanhola de Epidemiologia recomendou no final de julho a proibição de fumar ao ar livre explicando que "os fumadores infetados e assintomáticos podem emitir gotículas que contêm o vírus e colocar em risco o resto da população". 


Viajantes de Portugal e Luxemburgo terão de fornecer contactos para visitar Galiza
Os viajantes provenientes de 23 Estados da Europa que visitem a Galiza a partir de quarta-feira terão de fazer um registo em que fornecem os contactos, foi publicado esta terça-feira no Diário Oficial da Galiza.

Com 30 casos por 100.000 habitantes em comparação com 97 casos/100.000 habitantes no resto de Espanha, a Galiza não é a província mais afetada. Mas tem tomado outras medidas preventivas, tais como restrição do número de clientes nas lojas, proibição de reuniões de mais de dez pessoas ou restrição da vida noturna. Com exceção das ilhas Canárias, o uso de máscara é obrigatório em toda a Espanha, um dos países mais afetados pela pandemia, com 28.579 mortes.

Segundo os dados mais recentes o país contabiliza 329.784 casos desde o início da pandemia.  


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas