Escolha as suas informações

Emissários de Trump e Kim Jong-un chegam a Singapura

Emissários de Trump e Kim Jong-un chegam a Singapura

AFP
Mundo 29.05.2018

Emissários de Trump e Kim Jong-un chegam a Singapura

Mais um sinal claro de que a cimeira de 12 de junho vai mesmo avançar, depois de muitas dúvidas e do cancelamento decretado pelo presidente norte-americano que voltou atrás na decisão.

Representantes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte estão já a chegar a Singapura para os preparativos da cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un, agendada para o próximo dia 12 de junho.

De acordo com a imprensa japonesa, um alto funcionário do regime de Pyongyang, Kim Chang-son, chegou a Singapura via Pequim. Por outro lado, a agência Yohnap refere que Kim Yong-chol, antigo responsável pelo setor de espionagem da Coreia do Norte, rumou aos Estados Unidos com a missão de pormenorizar planos para a reunião de Singapura.

Ao mesmo tempo, movimentações do lado dos EUA confirmam que a cimeira está em marcha. Joe Hagan, alto funcionário da Casa Branca, deixou a base de Yokota, no Japão, para se dirigir a Singapura, de acordo com a imprensa nipónica. E a própria Casa Branca informou que "uma equipa de emissários" seguira viagem para o local da reunião.

Além disso, de acordo com a agência Reuters, realizou-se já um encontro entre norte-americanos e norte-coreanos, em Panmunjom, com a intervenção de Sung Kim, ex-embaixador dos EUA na Coreia do Sul e atualmente nas Filipinas.

A Casa Branca revelou também que Trump e Shinzo Abe, primeiro-ministro japonês, conversaram ao telefone e ficou decidido que iriam encontrar-se antes da realização da cimeira.

Na quinta-feira da semana passada, culminando troca de ameaças, Trump chegou a anunciar o cancelamento da reunião com Kim Jong-un. Dois dias mais tarde, porém, voltou atrás, reconhecendo que havia condições para a sua realização.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas