Escolha as suas informações

Donglu: Uma aldeia católica num país de ateus
Mundo 1 07.01.2019

Donglu: Uma aldeia católica num país de ateus

Mundo 1 07.01.2019

Donglu: Uma aldeia católica num país de ateus

É um dos lugares mais sagrados para os católicos chineses, devido à alegada aparição de Nossa Senhora, em 1900, para proteger os locais de uma rebelião nacionalista.


Pequim não tem relações diplomáticas com a Santa Sé e a base teórica marxista do Partido Comunista Chinês, que governa o país desde 1949, promove o ateísmo. Na aldeia de Donglu, contudo, o catolicismo tem uma história antiga e obteve maior proporção com a alegada aparição de Maria, em 1900, que o Vaticano confirmou em 1928.

A aparição de Nossa Senhora terá ocorrido durante a revolta dos Boxers, movimento nacionalista contra a presença estrangeira na China, que tornou comum os atentados e torturas contra comerciantes, missionários e diplomatas estrangeiros. Donglu já era então uma aldeia predominantemente católica e, quando os atacantes chegaram, Maria terá vindo em socorro dos crentes.

Uma reportagem da agência Lusa.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.