Escolha as suas informações

Crise financeira: Economia grega deverá ter contraído 0,2% em 2015
Mundo 04.03.2016

Crise financeira: Economia grega deverá ter contraído 0,2% em 2015

A Gécia teve de impor o controlo de capitais no Verão de 2015.

Crise financeira: Economia grega deverá ter contraído 0,2% em 2015

A Gécia teve de impor o controlo de capitais no Verão de 2015.
Foto: Reuters
Mundo 04.03.2016

Crise financeira: Economia grega deverá ter contraído 0,2% em 2015

A previsão é melhor do que a anterior, que apontava para uma contracção de 0,7%.

A economia grega contraiu-se 0,2% em 2015 em relação ao ano anterior, segundo dados provisórios publicados hoje pela agência de estatística grega (Elstat), que melhorou as primeiras estimativas. Na primeira estimativa 'flash', a Elstat tinha apontado para uma contração de 0,7% em 2015.

Contudo, os novos dados continuam a ser piores do que o previsto no Orçamento do Estado de 2015, que apontava para um crescimento nulo e que não incluíam a entrada em vigor do controlo de capitais, que ainda vigora atualmente.

Em termos absolutos, o Produto Interno Bruto (PIB) da Grécia cifrou-se em 185.100 milhões de euros, contra 185.000 milhões de euros em 2014.

Na última segunda-feira, a Elstat tinha revisto positivamente os dados correspondentes ao quarto trimestre de 2015.

Em vez de uma contracção de 0,6% calculada inicialmente, o PIB da Grécia registou um crescimento de 0,1% no quarto trimestre face ao trimestre anterior.

Em relação ao quarto trimestre de 2014, o PIB grego contraiu-se 0,8%, contra uma previsão inicial de um recuo de 1,9%.

A Grécia tinha registado dois trimestres de crescimento económico justamente antes de 29 de Junho do ano passado, quando o Governo decretou o controlo de capitais.


Notícias relacionadas

STATEC: Economia luxemburguesa cresce 4,2%
A economia luxemburguesa cresceu 4,2% no ano passado. E não foi só a procura interna o motor do crescimento: de acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas do Luxemburgo (STATEC) houve um equilíbrio maior entre a procura interna e externa.