Escolha as suas informações

Covid-19. Venezuela anuncia ampla reabertura do comércio
Mundo 19.10.2020

Covid-19. Venezuela anuncia ampla reabertura do comércio

Covid-19. Venezuela anuncia ampla reabertura do comércio

Foto: AFP
Mundo 19.10.2020

Covid-19. Venezuela anuncia ampla reabertura do comércio

Lusa
Lusa
O Presidente da Venezuela anunciou uma ampla reabertura do comércio e demais atividades económicas no país a partir de hoje, incluindo locais de diversão noturna e praias, encerrados desde meados de março devido à pandemia.

"A curva [das infeções] achatou-se e está a descer cada vez mais", disse, no domingo, Nicolás Maduro, antes de explicar os setores que vão voltar a funcionar, após sete meses de encerramento, desde que foram detetados os primeiros casos e imposta uma quarentena em todo o país.

A lista de reabertura inclui lojas de brinquedos, lojas de móveis, pequenos 'outlets' de diversos tipos, confeitarias, ourivesarias, casas de penhores, floriculturas, viveiros, restaurantes, cafés, e perfumarias, estabelecimentos que em alguns casos já começaram a funcionar apesar da proibição do Governo.

Maduro anunciou que também vão reabrir lojas dedicadas exclusivamente à venda de licores, assim como espaços de diversão noturna e parques de diversões ou temáticos. A decisão também inclui 'spas', praias, pousadas, hotéis, eventos públicos em espaços abertos, 'drive-ins' e outras atividades ao ar livre.

Sobre a reativação dos órgãos do Estado, Maduro anunciou que vão reabrir os serviços de identificação e imigração, ligados ao transporte terrestre e à defesa dos consumidores. "Que ninguém baixe a guarda (...) não podemos reclamar vitória", insistiu o Presidente, que pediu aos cidadãos para continuarem a usar máscara e a manter o distanciamento social, para poder aliviar outras restrições em dezembro, quando pretende reiniciar os voos internacionais.


Venezuela recebe carregamento de vacinas russas contra o coronavírus
Os especialistas russos consideram que a vacina é segura e eficaz. Durante as duas primeiras fases dos ensaios clínicos, não foram observados efeitos secundários graves.

A Venezuela somou 347 casos de coronavírus e cinco mortes no domingo, elevando o total para 736 mortes e 86.636 infetados desde o início da pandemia. A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 40 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.