Escolha as suas informações

Covid-19. Um em cada cinco testes é positivo em França
Mundo 01.11.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Um em cada cinco testes é positivo em França

Covid-19. Um em cada cinco testes é positivo em França

AFP
Mundo 01.11.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Um em cada cinco testes é positivo em França

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Sábado faleceram 224 pessoas devido à doença e registaram-se mais de 35 mil novos casos positivos.

Um em cada cinco exames realizados em França para detetar o novo coronavírus é positivo, informaram  as autoridades sanitárias, indicando que nas últimas 24 horas morreram 224 pessoas e registaram-se 35.641 novos casos. É nesta situação que a França se encontra no terceiro dia de confinamento, imposto a 30 de novembro.

As autoridades sanitárias francesas indicaram que, com os 35.641 novos casos positivos, o número de infetados totaliza mais de 1,3 milhões, enquanto o número total de mortos chega aos 36.788.


Covid-19. Portugal regressa ao confinamento parcial em 121 concelhos
Sete milhões de portugueses vão estar abrangidos pelas restrições por residirem nas áreas mais afetadas pela epidemia. António Costa anunciou as novas medidas restritas em vigor a partir de 4 de novembro.

Nos últimos sete dias, 16.865 pessoas foram internadas em hospitais devido à covid-19, das quais 2.507 estão em cuidados intensivos.

A França, que tem quase 2.500 focos identificados, dos quais quase 700 em lares de idosos, tem 96 dos seus 100 departamentos em situação vulnerável.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 45,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos da América são o país com mais mortos (229.710 e também com mais casos de infeção confirmados (mais de nove milhões).

Na Europa, o maior número de vítimas mortais regista-se no Reino Unido (46.555 mortos, mais de um milhão de casos), seguido de Itália (38.618 mortos, mais de 679 mil casos).


Covid-19. Bélgica volta a entrar em confinamento segunda-feira
As férias escolares duram até 15 novembro, só pode haver um convidado em cada casa e o comércio não essencial fecha de novo. Conheça todas as medidas.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas