Escolha as suas informações

Covid-19. Mais de 920 mil mortos e 28,8 milhões de infetados em todo o mundo
Mundo 2 min. 13.09.2020

Covid-19. Mais de 920 mil mortos e 28,8 milhões de infetados em todo o mundo

Covid-19. Mais de 920 mil mortos e 28,8 milhões de infetados em todo o mundo

Foto: AFP
Mundo 2 min. 13.09.2020

Covid-19. Mais de 920 mil mortos e 28,8 milhões de infetados em todo o mundo

Lusa
Lusa
Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 193.705 mortes em 6.486.401 casos, segundo um balanço da Universidade Johns Hopkins.

A pandemia do novo coronavírus já matou mais de 920 mil pessoas em todo o mundo e infetou mais de 28,8 milhões, segundo um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.

De acordo com os dados recolhidos pela agência francesa de notícias, já morreram pelo menos 921.097 pessoas e 28.819.490 foram infetadas em 196 países e territórios desde o início da epidemia de covid-19, em dezembro de 2019, na cidade chinesa de Wuhan.

Pelo menos 19.133.300 casos já foram considerados curados pelas autoridades de saúde.

A AFP adverte que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infeções, já que alguns países estão a testar apenas casos graves, outros usam o teste como uma prioridade para rastreamento e muitos países pobres têm apenas capacidade limitada de rastreamento.

Nas últimas 24 horas foram registadas 4.806 novas mortes e 284.827 novos casos em todo o mundo. Os países que registaram o maior número de novas mortes são a Índia (1.114), Brasil (814) e Estados Unidos (523).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 193.705 mortes em 6.486.401 casos, segundo um balanço da Universidade Johns Hopkins. Pelo menos 2.434.658 pessoas foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 131.210 mortes para 4.315.687 casos, a Índia com 78.586 mortes (4.754.356 casos), o México com 70.604 mortes (663.973 casos) e o Reino Unido com 41.623 mortes (365.174 casos).

Entre os países mais atingidos, o Peru é o que apresenta o maior número de mortes em relação à sua população, com 93 mortes por 100.000 habitantes, seguido pela Bélgica (86), Espanha (64), Bolívia (63) e Chile (62).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente 85.184 casos (10 novos entre sábado e domingo), incluindo 4.634 mortes (0 novos) e 80.399 recuperações.

A América Latina e o Caribe tiveram um total de 309.317 mortes para 8.229.215 casos, a Europa 221.146 mortes (4.471.410 casos), os Estados Unidos e Canadá 202.916 mortes (6.622.504 casos), a Ásia 114.518 mortes (6.445.438 casos), o Médio Oriente 39.829 mortes (1.671.988 casos), África 32.501 mortes (1.348.379 casos) e Oceânia 870 mortes (30.563 casos).

O balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Devido a correções feitas pelas autoridades ou publicação tardia dos dados, os números do aumento de 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas