Escolha as suas informações

Covid-19. Mais de 373 mil mortos e de 6,2 milhões de infetados em todo o mundo
Mundo 2 min. 02.06.2020

Covid-19. Mais de 373 mil mortos e de 6,2 milhões de infetados em todo o mundo

Covid-19. Mais de 373 mil mortos e de 6,2 milhões de infetados em todo o mundo

Foto: AFP
Mundo 2 min. 02.06.2020

Covid-19. Mais de 373 mil mortos e de 6,2 milhões de infetados em todo o mundo

Lusa
Lusa
Pelo menos 2.599.500 doentes já foram dados como recuperados.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 373.439 mortos em todo o mundo e mais de 6,2 milhões de infetados, de acordo com um balanço da AFP feito a partir de dados oficiais.

O balanço regista 6.220.110 casos oficialmente diagnosticados e contabilizados em 196 países e territórios desde o início da pandemia provocada pelo novo coronavírus Sars-Cov-2, detetado em dezembro de 2019 em Wuhan, na China.

Pelo menos 2.599.500 doentes já foram dados como recuperados.

Os números refletem apenas parcialmente a realidade, uma vez que há países que apenas testam casos graves e os países pobres têm capacidade de testagem limitada.

A contagem feita pela AFP aponta mais 2.739 óbitos e 106.849 casos de infeção em todo o mundo face ao balanço de domingo.

Os países que registaram mais óbitos foram os Estados Unidos (607), o Brasil (480) e a Índia (230).

Os EUA são o país mais afetado tanto em número de casos como de mortes, com 104.658 óbitos e 1.797.457 casos de infeção. Pelo menos 444.758 doentes já foram dados como recuperados.


Covid-19. Brasil regista 623 mortos e 12.247 infetados nas últimas 24 horas
Segundo o Ministério da Saúde, está ainda a ser investigada a eventual relação de 4.412 mortes com a doença de covid-19.

Depois dos Estados Unidos, seguem-se na lista dos países mais afetados pela covid-19 o Reino Unido, com 39.045 mortos e 276.332 casos; a Itália, com 33.475 mortos e 233.197 casos; o Brasil, com 29.314 mortos e 514.849 casos; e a França com 28.883 mortos e 189.220 casos.

A Bélgica é o país com maior número de óbitos por cada 100 mil habitantes (82), seguindo-se a Espanha (58), o Reino Unido (58), a Itália (55) e a França (44).


Covid-19. China deteta cinco casos nas últimas 24 horas
A Comissão de Saúde da China indicou que os novos casos são todos oriundos do exterior.

A China, excluindo os territórios de Hong Kong e Macau, regista 83.017 casos de infeção, 16 dos quais registados entre domingo e hoje, para além de 4.634 mortos (nenhum nas últimas 24 horas) e 78.307 recuperados.

A Europa contabilizava 179.040 mortos entre 2.166.993 casos de covid-19; os EUA e o Canadá 112.038 mortos em 1.889.104 casos; a América Latina e as Caraíbas 51.658 mortos entre 1.029.284 casos; a Ásia 16.629 óbitos entre 560.866 casos; o Médio Oriente 9.628 mortos entre 413.951 casos; África com 4.314 mortos em 151.339 casos; e a Oceânia 132 mortos em 8.574 casos.

O balanço da AFP é feito com base em dados oficiais recolhidos junto de autoridades nacionais competentes e dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Covid-19. Mais de 245 mil mortos no mundo
Já há mais de 3,4 milhões de infetados, o que representa quase seis vezes a totalidade da população do Luxemburgo. Os países que registaram mais mortes nas últimas 24 horas foram os Estados Unidos, com 1.510 óbitos, o Brasil (421) e o Reino Unido (315).
Covid-19. Mais de 243.000 mortos entre cerca de 3,4 milhões de infetados no mundo
Neste momento, o número de infetados do mundo já representa seis vezes a população do Luxemburgo. A pandemia do novo coronavírus causou pelo menos 243.637 mortos no mundo desde o seu aparecimento em dezembro na China, segundo um balanço às 11:00 TMG de hoje elaborado pela agência France-Presse a partir de fontes oficiais. Mais de 3.441.540 casos de infeção foram registados oficialmente em 195 países e territórios desde o início da pandemia. Este número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções, considerando que um grande número de países testa apenas os casos que requerem tratamento hospitalar. Entre estes casos, pelo menos 1.055.500 são considerados como curados. Os Estados Unidos, que registaram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais atingido, quer em número de mortos, quer de casos, com 66.385 mortos em 1.133.069 casos. Pelo menos 175.382 pessoas foram declaradas curadas. A seguir aos Estados Unidos, os países mais afetados são a Itália com 28.710 mortos em 209.328 casos, o Reino Unido com 28.131 mortos (182.260 casos), a Espanha com 25.264 mortos (217.466 casos) e a França com 24.760 mortos (168.396 casos). A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia se iniciou no final de dezembro, conta oficialmente com 82.877 casos (dois novos nas últimas 24 horas), incluindo 4.633 mortos (0 novas) e 77.713 recuperações. A Europa totalizava hoje às 11:000 TMG (mais uma hora em Lisboa) 142.611 mortos em 1.535.203 casos, os Estados Unidos e o Canadá 70.018 mortos (1.189.649), a América Latina e as Caraíbas 13.156 mortos (246.581 casos), a Ásia 9.061 mortos (237.852 casos), o Médio Oriente 6.929 mortos (181.730 casos), a África 1.740 mortos (42.408 casos) e a Oceânia 122 mortos (8.125 casos). Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).