Escolha as suas informações

Covid-19. EUA e México ultrapassam 650 mortos nas últimas 24 horas
Mundo 26.10.2020

Covid-19. EUA e México ultrapassam 650 mortos nas últimas 24 horas

Covid-19. EUA e México ultrapassam 650 mortos nas últimas 24 horas

Foto: AFP
Mundo 26.10.2020

Covid-19. EUA e México ultrapassam 650 mortos nas últimas 24 horas

Lusa
Lusa
EUA e México já ultrapassaram os 300 mil mortes desde o início da pandemia.

Os Estados Unidos registaram 464 mortos devido à covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Com este balanço, o país atingiu os 225.215 óbitos, com mais de 8,6 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia, depois de terem sido identificados 64.549 contágios nas últimas 24 horas.

Nova Iorque é o estado com maior número de mortos (33.422). Só na cidade de Nova Iorque morreram 23.963 pessoas.

O Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington estimou que até ao final do ano os Estados Unidos terão ultrapassado as 315 mil mortes, com o número a subir para as 385 mil a 01 de fevereiro de 2021.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos e também com mais casos de infeção confirmados.

México com mais 181 mortos e 4.360 casos em 24 horas

O México registou 181 mortos e 4.360 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, informaram as autoridades.

O número total de óbitos subiu para 88.924 e o de contágios para 891.160 desde o início da pandemia.

As autoridades adiantaram que 650.355 pacientes já foram dados como recuperados.

A covid-19 é a quarta causa de morte no México, atrás apenas de doenças cardíacas, diabetes e tumores malignos, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística e Geografia.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 42,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas