Escolha as suas informações

Covid-19. Espanha registou 10.764 casos e 71 mortes nas últimas 24 horas
Mundo 10.09.2020

Covid-19. Espanha registou 10.764 casos e 71 mortes nas últimas 24 horas

Covid-19. Espanha registou 10.764 casos e 71 mortes nas últimas 24 horas

Foto:AFP
Mundo 10.09.2020

Covid-19. Espanha registou 10.764 casos e 71 mortes nas últimas 24 horas

Lusa
Lusa
O país tem mais 71 mortes com a doença notificadas nas últimas 24 horas, mais do dobro do que no dia anterior.

Espanha contabilizou hoje 10.764 novos casos de covid-19, um aumento significativo em relação aos 8.866 de quarta-feira, elevando para 554.143 o número de infetados desde o início da pandemia, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

O país tem mais 71 mortes com a doença notificadas nas últimas 24 horas, mais do dobro do que no dia anterior, aumentando o total de óbitos para 29.699.

No entanto, o Ministério da Saúde sublinha que os contágios estão a baixar ou estão a estabilizar em metade das 50 províncias espanholas.

“Neste momento, a Espanha é o país com menor letalidade [em proporção da população] da União Europeia, juntamente com a Alemanha”, disse hoje Fernando Simon, o epidemiologista chefe do Ministério da Saúde.

Madrid continua a ser a comunidade autónoma com o maior número de novas infeções, 3.841 nos números contabilizados hoje.

Deram entrada nos hospitais com a doença nas últimas 24 horas 1.141 pessoas, das quais 328 em Madrid, 161 na Andaluzia e 112 na Catalunha.

Tiveram alta do hospital 969 pessoas com o novo coronavírus, estando hospitalizadas 8.401 pessoas em todo o país, dos quais 1.136 em unidades de cuidados intensivos.


A pandemia de covid-19 já provocou mais de 904 mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.852 em Portugal.

Na Europa, o maior número de vítimas mortais regista-se no Reino Unido (41.594 mortos, mais de 355 mil casos), seguindo-se Itália (35.587 mortos, mais de 283 mil casos), França (30.794 mortos, mais de 344 mil casos) e Espanha (29.699 mortos, mais de 554 mil casos).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas