Escolha as suas informações

Covid-19. Entrar em França só com certificado, a partir de hoje
Mundo 2 min. 08.04.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Entrar em França só com certificado, a partir de hoje

Covid-19. Entrar em França só com certificado, a partir de hoje

AFP
Mundo 2 min. 08.04.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Entrar em França só com certificado, a partir de hoje

AFP
AFP
Desde esta quarta-feira ninguém pode passar as fronteiras, terrestres, aéreas e marítimas, sem um atestado válido. Os trabalhadores transfronteiriços do Luxemburgo podem continuar a vir trabalhar, com certificado.

Qualquer pessoa que entre em território francês deverá ser portadora de um certificado, a partir desta quarta-feira, anunciou o Ministério do Interior, como medida do estado de emergência sanitária para combater a propagação do Covid-19. As condições de permissão são muito restritivas.

No site do ministério do interior estão já disponíveis três certificados diferentes: para quem chega do estrangeiro à França continental, para quem viaje do estrangeiro para um território ultramarino francês, mas também para as viagens da França metropolitana aos territórios ultramarinos. 

Clique aqui para ter acesso a todos os novos certificados.

"Quem viajar do estrangeiro para um território ultramarino, será efectuado um exame de saúde à chegada, que pode obrigar a uma quarentena numa instalação para tal destinada ou em casa", especificou o Ministério do Interior num tweet. 

 Os dois primeiros formulários propõem três perfis: nacionais de países terceiros, nacionais de países da União Europeia e similares (Reino Unido, Islândia, Liechtenstein, Noruega, Andorra, Mónaco, Suíça, São Marino, Santa Sé) e nacionais franceses. 

AFP

As situações com autorização

 Nos dois primeiros casos de nacionais, para serem autorizados a entrar em território francês, os viajantes devem preencher um dos seguintes requisitos: ter residência principal em França, bem como os cônjuges e filhos; estar em trânsito para se juntarem à sua família; ser um profissional médico que esteja a trabalhar em unidades ou hospitais para doentes covid-19; ser um transportador de mercadorias, incluindo frete marítimo; ser membro da tripulação de voos de passageiros e de carga para a sua base de partida; ser membro do pessoal de uma missão diplomática ou de uma organização internacional; e ser um trabalhador transfronteiriço nas fronteiras terrestres. 


Covid-19. França ultrapassa 10 mil mortos com mais 607 óbitos num dia
O número total de mortos em França devido à pandemia de covid-19 é agora de 10.328, tanto em meio hospitalar como nos lares e há 30.000 casos registados apenas em lares, anunciou esta terça-feira fonte oficial.

 Para os nacionais franceses, não é necessário qualquer fundamento para entrar no país. Já o formulário da viagem da França continental para os territórios ultramarinos oferece três possibilidades a especificar: "razões pessoais ou familiares urgentes", "razões de saúde urgentes" ou "razões profissionais inadiáveis". Todos estes formulários e os certificados de viagem em vigor para os franceses, estão também disponíveis em inglês. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas