Escolha as suas informações

Covid-19. China aprova vacina para utilização nos seus soldados
Mundo 29.06.2020

Covid-19. China aprova vacina para utilização nos seus soldados

Covid-19. China aprova vacina para utilização nos seus soldados

Foto: AFP
Mundo 29.06.2020

Covid-19. China aprova vacina para utilização nos seus soldados

Redação
Redação
A vacina aprovada a 25 de junho será utilizada nos militares.

Os militares chineses aprovaram uma vacina contra o coronavírus para utilização nos seus soldados, que foi desenvolvida pela sua unidade de investigação e por uma empresa de biotecnologia. 

Mais de metade das 17 vacinas candidatas identificadas pela Organização Mundial de Saúde que se encontram em avaliação clínica envolvem empresas ou institutos chineses. A empresa CanSino Biologics, cotada em Hong Kong, afirma que os dados dos ensaios clínicos mostram que a vacina militar chinesa tem um "bom perfil de segurança" e potencial para prevenir doenças causadas pelo coronavírus. 

A empresa garante que a comissão militar central da China aprovou a utilização da vacina, a 25 de junho, pelo período de um ano. A vacina foi desenvolvida conjuntamente pelo CanSino e pelo Instituto de Biotecnologia de Pequim, que integra a Academia de Ciências Médicas Militares. Mas a sua utilização não pode ser generalizada à restante populaçõ,  sem mais aprovações.

A sua utilização nos elementos das forças militares chinesas, não foi esclarecida pelo ministério da Defesa que não respondeu a um pedido de informações adicionais da AFP. 

 O laboratório CanSino acrescentou que não pode garantir que a vacina - que teve os seus ensaios clínicos de fase um e dois realizados na China - será comercializada. 

Outras 131 vacinas candidatas identificadas pela OMS encontram-se na fase pré-clínica. Nenhuma foi ainda aprovada para uso comercial contra o coronavírus. Segundo a revista médica Lancet já foram realizados mais de 1.000 ensaios clínicos sobre dezenas de tratamentos farmacêuticos para o vírus, mas ainda não foi encontrada nenhuma intervenção médica totalmente eficaz.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas