Escolha as suas informações

Cerca de 3.000 turmas sem aulas em França
Mundo 13.09.2021
Covid-19

Cerca de 3.000 turmas sem aulas em França

Covid-19

Cerca de 3.000 turmas sem aulas em França

Foto: AFP
Mundo 13.09.2021
Covid-19

Cerca de 3.000 turmas sem aulas em França

Redação
Redação
Número representa 0,5% das turmas em todo o país, uma semana após o início do novo ano letivo.

No total, 540.000 turmas retomaram a escola na semana passada em França, mas  "pouco mais de 3.000" tiveram de interromper as aulas presenciais devido à deteção de casos de covid-19 entre os alunos. A informação foi confirmada pelo ministro francês da Educação, uma semana após o reinício das aulas no país. 

Jean-Michel Blanquer acrescentou que o número representa apenas 0,5% das turmas. O ministro da Educação admite, no entanto, que o número possa vir a aumentar. 

"Esperamos que isto aumente nos próximos dias e depois estabilize, antes de voltar a descer, se seguir a curva que temos tido cada vez que regressamos das férias", explicou Blanquer.

O ministro anunciou ao francês Le Parisien que "67% dos jovens entre os 12 e 17 anos já tomaram uma dose e 54% estão totalmente vacinados" contra a covid-19. "Até ao final do mês, todos os alunos terão tido um convite através da sua escola, e esperamos ultrapassar muito rapidamente três quartos dos vacinados", acrescentou.

Por causa deste dado, o ministério manteve o protocolo sanitário de "nível 2" (em 4), em que todos os alunos voltam às aulas presenciais com o uso obrigatório de máscara nas salas de aula, exceto nas creches. Uma realidade bem diferente do Grão-Ducado. 


Alunos sem máscara e testes duas vezes por semana
Os alunos não vacinados que tenham estado em contacto com um caso positivo ficam de quarentena em casa. Os vacinados ou imunizados podem continuar a ir à escola.

Tal como em junho, as autoridades francesas prevêem o encerramento de uma  escola primária, cajo surja um só caso de covid-10 numa turma. Já no secundário, apenas os alunos não vacinados que estiverem em contacto com um caso de infeção se devem isolar durante uma semana.

(Artigo publicado na edição francesa do Luxemburger Wort.)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas