Escolha as suas informações

Covid-19. Brasil ultrapassa quatro milhões de casos e aproxima-se dos 125 mil mortos
Mundo 04.09.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Brasil ultrapassa quatro milhões de casos e aproxima-se dos 125 mil mortos

(FILES) In this file photo taken on August 18, 2020 Soldiers from the 4th Military Region of the Brazilian Armed Forces take part in the cleaning and disinfection of the Municipal Market in the Belo Horizonte, state of Minas Gerais, Brazil, amid the COVID-19 coronavirus pandemic. - Brazil topped four million Covid-19 cases on September 3 as health ministry officials said infections were beginning to slow in the world's second worst-hit country. (Photo by DOUGLAS MAGNO / AFP)

Covid-19. Brasil ultrapassa quatro milhões de casos e aproxima-se dos 125 mil mortos

(FILES) In this file photo taken on August 18, 2020 Soldiers from the 4th Military Region of the Brazilian Armed Forces take part in the cleaning and disinfection of the Municipal Market in the Belo Horizonte, state of Minas Gerais, Brazil, amid the COVID-19 coronavirus pandemic. - Brazil topped four million Covid-19 cases on September 3 as health ministry officials said infections were beginning to slow in the world's second worst-hit country. (Photo by DOUGLAS MAGNO / AFP)
AFP
Mundo 04.09.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Brasil ultrapassa quatro milhões de casos e aproxima-se dos 125 mil mortos

Lusa
Lusa
Há cerca de 125 mil mortos desde o início da pandemia.

O Brasil ultrapassou hoje a barreira dos quatro milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus (4.041.638), momento em que totaliza 124.614 mortos desde o início da pandemia, informou hoje o executivo.

Desse total, 834 óbitos e 43.773 infetados foram registados nas últimas 24 horas.

As autoridades de saúde brasileiras indicaram ainda que 3.247.610 cidadãos infetados já recuperaram da doença e 669.414 estão sob acompanhamento médico.

A taxa de letalidade da covid-19 mantém-se em 3,1% no país sul-americano, onde a taxa de incidência é hoje de 59,3 óbitos e de 1923,2 casos por cada 100 mil habitantes.

São Paulo, o estado mais rico e populoso do Brasil, com cerca de 44 milhões de habitantes, é o foco da pandemia no país, concentrando oficialmente 837.978 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus e 30.905 mortos.

Na lista de estados mais afetados seguem-se a Bahia, com 265.739 infetados e 5.549 vítimas mortais, e o Rio de Janeiro, que totaliza 230.271 casos e 16.394 óbitos.

O número de novos casos de covid-19 parou de crescer em 70% das 324 cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes. Entre as 27 unidades federativas do país, 12 não têm nenhum grande município com aumento acelerado do contágio, segundo o jornal Folha de S.Paulo, que tem monitorizado o estado da pandemia em cidades grandes e estados.

De acordo com os dados recolhidos, a situação é de estabilidade em 41% desses municípios e de desaceleração do contágio em 29%.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 863.679 mortos e infetou mais de 26 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas