Escolha as suas informações

Covid-19. Bélgica começa a vacinar a 5 de janeiro
Mundo 02.12.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Bélgica começa a vacinar a 5 de janeiro

Covid-19. Bélgica começa a vacinar a 5 de janeiro

Foto: AFP
Mundo 02.12.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Bélgica começa a vacinar a 5 de janeiro

Telma MIGUEL
Telma MIGUEL
O primeiro-ministro Alexander de Croo anunciou que o país vai comprar 2 milhões de doses de vacinas da norte-americana Moderna.

 A estratégia de vacinação não foi, no entanto, anunciada, no final da conferência interministerial de saúde pública que decorreu na manhã desta quarta-feira.

Ao jornal 7sur7 o ministro da Saúde belga, Frank Vandenbroucke, disse que iria submeter um plano ao fim do dia de hoje. A conferência interministerial de saúde pública irá voltar a reunir-se amanhã, dia 3.

A Comissão Europeia fez uma reserva de 160 milhões de doses da vacina dos laboratórios norte-americanos Moderna. E as doses serão disponibilizadas equitativamente aos países (de acordo com a população) e ao mesmo tempo.

A vacina tem uma eficácia de 94,5% a prevenir a doença - segundo os últimos ensaios clínicos - e nas pessoas que possam eventualmente contrair a covid-19, impede em 100% dos casos o desenvolvimento de doença grave.

A Agência Europeia do Medicamento já está a avaliar vacinas norte-americanas

A Agência Europeia do Medicamento começou ontem, dia 1, o processo de aprovação das duas vacinas norte-americanas e que são as que têm resultados mais promissores, até ao momento: as da Moderna e da BioNTech .

Nos EUA, a vacinação poderá começar a 21 de dezembro, segundo a imprensa norte-americana.

O Reino Unido anunciou que vai começar na próxima semana a vacinação contra a covid-19, com as vacinas da Pfizer/BioNTech, sendo o primeiro país ocidental a começar uma campanha de vacinação contra a covid-19.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A União Europeia está "preparada" para a eventualidade de administrar à população uma terceira injeção da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNtech, que os fabricantes propuseram, afirmou hoje a comissária europeia da Saúde e Segurança Alimentar, Stella Kyriakides.
A presidente da Comissão Europeia exortou hoje a União Europeia a iniciar "tão cedo quanto possível" uma campanha de vacinação contra a covid-19, a arrancar em simultâneo nos 27 Estados-membros, para assegurar a erradicação do "vírus horrível".
Ursula von der Leyen