Escolha as suas informações

Covid-19. Alemanha ultrapassa as 50 mil mortes
Mundo 22.01.2021

Covid-19. Alemanha ultrapassa as 50 mil mortes

Covid-19. Alemanha ultrapassa as 50 mil mortes

Foto: AFP
Mundo 22.01.2021

Covid-19. Alemanha ultrapassa as 50 mil mortes

Lusa
Lusa
Só nas últimas 24 horas, morreram 859 pessoas.

O número total de mortes causadas pelo novo coronavírus na Alemanha ultrapassou os 50.000 na sexta-feira, de acordo com os dados do Instituto Robert Koch (RKI).

O instituto registou um total de 50.642 mortes desde o início da pandemia. Só nas últimas 24 horas, morreram 859 pessoas.

Estes números incluem pessoas que morreram diretamente da doença causada pelo vírus como pessoas com doenças anteriores que foram infetadas com covid-19 e para as quais a causa exata da morte não pôde ser comprovada de forma conclusiva.

O Instituto RKI registou 17.862 novas infeções de covid-19 nas últimas 24 horas. O número total de infeções comprovadas na Alemanha aumentou assim para mais de 2,1 milhões desde o início da pandemia (2.106.262).

O número de pessoas infetadas que recuperaram da doença é de aproximadamente 1.780.200.

A chanceler alemã, Angela Merkel, e os chefes de governo regionais, decidiram na terça-feira prolongar até ao dia 14 de fevereiro as atuais restrições na atividade pública, incluindo a suspensão de aulas presenciais, devido à propagação das novas mutações do novo coronavírus.

Na Alemanha foi decidido o uso obrigatório de máscaras de proteção sanitária FFP2 nos transportes públicos e estabelecimentos comerciais e a extensão do teletrabalho sempre que seja possível.

Desde o passado mês de novembro que está suspensa na Alemanha a atividade nos locais de divertimento, desporto, cultura e de restauração, e as escolas permanecem encerradas desde meados de dezembro, assim como o comércio não essencial.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.075.698 mortos resultantes de mais de 96,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas