Escolha as suas informações

Covid-19. Alemanha regista 412 novos casos totalizando quase 200 mil
Mundo 14.07.2020

Covid-19. Alemanha regista 412 novos casos totalizando quase 200 mil

Covid-19. Alemanha regista 412 novos casos totalizando quase 200 mil

Sven Braun/dpa
Mundo 14.07.2020

Covid-19. Alemanha regista 412 novos casos totalizando quase 200 mil

Lusa
Lusa
O governo alemão está a avaliar a possibilidade de restringir as viagens ao estrangeiro aos residentes em localidades ou regiões afetadas por surtos.

A Alemanha identificou 412 novos casos de covid-19 em relação ao dia anterior para um total de 199.375 desde o início da pandemia.

De acordo com a página oficial do Instituto Robert Koch não houve registo de vítimas mortais nas últimas 24 horas, fixando-se o número em 9.068.

A Baviera e a Renânia do Norte-Vestefália são os dois Estados federados que registaram o maior aumento de novos casos com 77 e 141 respetivamente. Estas são também as duas regiões com maior número total de infeções desde o início da pandemia.

O governo alemão está a avaliar a possibilidade de restringir as viagens ao estrangeiro aos residentes em localidades ou regiões afetadas por surtos.

“Estamos a considerar se esta possibilidade não é melhor do que obrigar o viajante a regressar quando chegar ao seu destino de férias”, assumiu Helge Braun, chefe da Chancelaria e ministro federal de Assuntos Especiais, em declarações ao canal de televisão privado NTV.

O tema surgiu depois de, nas últimas semanas, terem surgido vários surtos na Alemanha, entre eles um na localidade de Gütersloh, numa fábrica de carne, que provocou mais de 1.500 contágios entre os trabalhadores.

Tanto esta como uma localidade vizinha, as duas na região da Renânia do Norte-Vestefália, regressaram ao confinamento afetando cerca de 640 mil pessoas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 569 mil mortos e infetou cerca de 13 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.662 pessoas das 46.818 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas