Escolha as suas informações

Coreia do Norte ainda quer cimeira com Trump

Coreia do Norte ainda quer cimeira com Trump

AFP
Mundo 25.05.2018

Coreia do Norte ainda quer cimeira com Trump

Ministro dos Negócios Estrangeiros de Pyongyang lamenta decisão do presidente norte-americano e considera "desesperadamente necessária" a realização do encontro.

A Coreia do Norte reagiu ao cancelamento da programada cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un com disponibilidade para que o encontro entre os dois seja reagendado.

"Expressamos a nossa disponibilidade para uma cimeira com os Estados Unidos para que se resolvam diversas questões, seja qual for o formato e o momento", afirmou Kim Kye-gwan, ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

Considerando "desesperadamente necessária" a reunião, o governante defendeu: "O nosso empenho para que seja feito o melhor possível em prol da paz e da estabilidade no mundo e na península da Coreia não mudou e estamos abertos a dar tempo e oportunidade aos Estados Unidos".

Kim Kye-gwan respondia, deste modo, ao cancelamento do encontro de 12 de junho, em Singapura, feito por Donald Trump que argumentou com a hostilidade manifestada pela Coreia do Norte para considerar que não havia condições para a realização da cimeira.

Trump chegou mesmo a afirmar que o Exército norte-americano estaria pronto para desencadear um ataque à Coreia do Norte, depois de uma troca de ameaças e avisos entre Washington e Pyongyang.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas