Escolha as suas informações

Corbyn admite resultado "muito dececionante" e prepara demissão
Mundo 13.12.2019

Corbyn admite resultado "muito dececionante" e prepara demissão

Corbyn admite resultado "muito dececionante" e prepara demissão

dpa
Mundo 13.12.2019

Corbyn admite resultado "muito dececionante" e prepara demissão

O líder do Partido Trabalhista anunciou que pretende renunciar às funções.

"Quero tornar claro que não vou liderar o partido em nenhumas futuras eleições. Vou discutir com o partido para garantir que existe um processo de reflexão sobre este resultado e sobre as políticas que vai manter no futuro. E vou liderar o partido durante esse período", declarou hoje em Islington, após ser anunciado o resultado da sua circunscrição, onde foi eleito com 34.603 votos.

Segundo as projeções, o Partido Conservador ganhou as eleições legislativas com uma maioria absoluta, conquistando muitas regiões historicamente fiéis ao Labour.

"Esta é obviamente uma noite muito dececionante para o Partido Trabalhista, com o resultado que temos. Mas quero dizer que, na campanha eleitoral, apresentámos um programa de esperança, um programa de unidade e um programa que ajudaria a corrigir os erros, as injustiças e as desigualdades existentes neste país", disse.

No entanto, acrescentou, "o Brexit tornou-se num debate tão dividido e polarizado que substituiu muito de um debate político normal. E reconheço que isso contribuiu para os resultados que o Partido Trabalhista registou esta noite em todo o país".

Lusa


Notícias relacionadas

Britânicos vão às urnas a pensar no Brexit
São 46 milhões os eleitores que esta quinta-feira estão chamados a votar nas eleições legislativas britânicas antecipadas que podem ser decisivas para a saída do Reino Unido da União Europeia.