Escolha as suas informações

Contagem de votos na Irlanda com Sinn Féin a disputar primeiro lugar
Mundo 09.02.2020 Do nosso arquivo online

Contagem de votos na Irlanda com Sinn Féin a disputar primeiro lugar

Contagem de votos na Irlanda com Sinn Féin a disputar primeiro lugar

Foto: AFP
Mundo 09.02.2020 Do nosso arquivo online

Contagem de votos na Irlanda com Sinn Féin a disputar primeiro lugar

Começou este domingo a contagem de votos das eleições legislativas de sábado. Uma sondagem à boca das urnas apontou para empate técnico entre três partidos, onde se destaca a forte subida do Sinn Féin.

No principal centro de contagem em Dublin, instalado num parque de exposições, foram colocadas longas mesas, cercadas por barreiras, em torno das quais se aglomeravam observadores partidários e membros do público.

A contagem começou às 09:00 (mesma hora em Lisboa), mas, devido à complexidade do sistema eleitoral irlandês, os resultados podem só ser conhecidos dentro de vários dias. Na Irlanda, os eleitores não votam num partido mas em candidatos e numeram-nos no boletim de voto por ordem de preferência.

Segundo a sondagem à boca das urnas, da televisão pública RTE, o Fine Gael, do primeiro-ministro Leo Varadkar, recebeu 22,4% dos votos, o partido republicano Sinn Féin, antigo braço político do Exército Republicano Irlandês (IRA), obteve 22,3%, e o centrista Fianna Fail, que deu apoio parlamentar ao Fine Gael na passada legislatura, 22,2%.

No entanto, o estudo, realizado junto de uma amostra de 5 mil eleitores, tem uma margem de erro de 1,3%, pelo que está tudo em aberto. Resta ainda saber como é que as percentagens se vão traduzir em termos de representação nos 160 assentos do Dail, a câmara baixa do parlamento irlandês.

Pat Leahy, chefe da secção de política do Irish Times, citado pela agência de notícias France-Presse, disse no sábado à noite que um empate entre três grandes partidos é inédito na Irlanda, um país onde a política é tradicionalmente liderada pelos dois grandes partidos do centro-direita.

“Formar um governo será um exercício muito difícil se os partidos mantiverem as suas posições de antes das eleições”, disse. Nenhum dos grandes partidos admitiu uma coligação com o Sinn Féin, devido ao seu passado de ligação ao IRA, Exército Republicano Irlandês, organização armada que se opunha à presença britânica na Irlanda do Norte e realizou ações violentas entre os anos 60 e 90 pela integração da parte norte da ilha na República da Irlanda.

Com Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Irlanda vai a eleições fragmentada
Sondagens dão a vitória ao Sinn Féin, ex-braço político do IRA, mas sem maioria, numa campanha eleitoral em que o Brexit, os sem-abrigo e as pensões dominaram o debate.