Escolha as suas informações

Confinamento na Áustria termina no domingo, mas restrições aos não vacinados vão manter-se
Mundo 07.12.2021
Pandemia

Confinamento na Áustria termina no domingo, mas restrições aos não vacinados vão manter-se

Pandemia

Confinamento na Áustria termina no domingo, mas restrições aos não vacinados vão manter-se

Foto: Jens Büttner/dpa-Zentralbild/dp
Mundo 07.12.2021
Pandemia

Confinamento na Áustria termina no domingo, mas restrições aos não vacinados vão manter-se

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
As taxas de vacinação austríacas continuam a colocar o país na metade inferior dos países seguidos pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças.

O confinamento na Áustria termina este domingo, pelo menos para os vacinados ou recuperados da covid-19. Para os não vacinado as limitações vão continuar. 

Segundo noticia a Bloomeberg, o Governo austríaco reúne-se, esta quarta-feira, com os líderes regionais para avaliar as medidas necessárias para conter a pandemia e transformar a "tendência de queda dos casos numa certeza", afirmou aos jornalistas o Chanceler Karl Nehammer, em Viena. 


Áustria volta a confinar e torna vacinação obrigatória
A Áustria é o primeiro país da União Europeia a regressar ao confinamento da população face ao ressurgimento dos casos de covid-19.

O confinamento, que se iniciou a 22 de novembro, ajudou a reduzir para metade o número de infeções a sete dias por 100 mil habitantes, que era à data de 1.110 casos por 100 mil habitantes.

Apesar de a ocupação de camas em unidades de cuidados intensivos com doentes covid-19 ainda atingir números recorde, o Governo decidiu permitir a reabertura de várias atividades não essenciais, como lojas e cabeleireiros, depois deste fim-de-semana. 

Antes deste confinamento geral, o país tinha chegado a ponderar o confinamento apenas dos não-vacinados e em algumas regiões austríacas. No entanto, face à intensidade da pandemia, o Governo austríaco declarou, a 19 de novembro, que iria aplicar, quatro dias depois, o confinamento de toda a sua população. Além disso, anunciou também que iria tornar a vacinação obrigatória a partir de 1 de fevereiro, sendo o primeiro Estado-membro da União Europeia a avançar para essa opção em relação à vacina para a covid-19.


Áustria, República Checa e Hungria com novos máximos de casos de covid-19
Europa é atualmente o continente com o maior aumento de mortes associadas à doença covid-19.

As taxas de vacinação austríacas continuam a colocar o país na metade inferior dos países seguidos pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças. 

O Chanceler austríaco, que tomou posse esta segunda-feira, anunciou que, apesar de o confinamento geral chegar ao fim no domingo, algumas restrições poderão permanecer para alguns estabelecimentos, como hotéis e restaurantes. A par disso, os líderes regionais também poderão impor medidas locais mais rigorosas. 

Karl Nehammer deixou também um recado aos não vacinados, que continuarão restringidos apenas a atividades essenciais. "Se estiver pronto a aceitar os resultados científicos, levar a vacina e proteger outros, então recuperará a sua liberdade", afirmou.

Com agências

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas