Escolha as suas informações

Coletes amarelos. Macron convoca autoridades de segurança após distúrbios em Paris
Mundo 18.03.2019

Coletes amarelos. Macron convoca autoridades de segurança após distúrbios em Paris

Coletes amarelos. Macron convoca autoridades de segurança após distúrbios em Paris

Foto: AFP
Mundo 18.03.2019

Coletes amarelos. Macron convoca autoridades de segurança após distúrbios em Paris

A resposta da polícia francesa ao protesto dos coletes amarelos no sábado foi "um fracasso", reconheceu um dos agentes de segurança que se reuniu com Macron e o secretário de Estado do Interior, Laurent Nuñez.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, convocou esta segunda-feira as principais autoridades de segurança, após a polícia não ter conseguido conter os distúrbios ocorridos durante os protestos dos coletes amarelos em Paris, este fim de semana. O primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, prometeu anunciar hoje novas medidas para evitar a repetição da violência registada no sábado e que causou danos significativos nos Campos Elísios, em Paris. Um dos agentes de segurança que se reuniu com Macron e o secretário de Estado do Interior, Laurent Nuñez, reconheceu que a resposta da polícia francesa aos distúrbios de sábado foi "um fracasso".

Paris, França
Paris, França
Foto: AFP

Em declarações à rádio RTL, Laurent Nuñez disse que a polícia estava preparada para um aumento da violência, contudo os manifestantes foram excecionalmente radicalizados. O secretário de Estado do Interior explicou que as autoridades estavam "menos reativas" do que em manifestações anteriores e também mais cautelosas sobre o uso de balas de borracha devido aos numerosos ferimentos nos últimos protestos.


Coletes amarelos. Incêndio causa 11 feridos
Uma mulher e uma criança foram salvas pelos bombeiros.

No mês passado, o parlamento francês aprovou um projeto-lei apoiado pelo Governo de Macron para impedir um aumento da violência nos protestos e para ajudar as autoridades a manter a ordem. Segundo a agência de notícias Associated Press, a lei ainda não entrou em vigor, uma vez que o Conselho Constitucional tem de avaliá-la primeiro.

Mais de 100 pessoas foram detidas no sábado devido aos violentos distúrbios ocorridos durante os protestos dos coletes amarelos na capital francesa, indicou a polícia de Paris.


Coletes amarelos. Mais de 100 detidos em Paris
Várias lojas de luxo foram pilhadas no centro da capital francesa.

No 18.º fim de semana consecutivo de manifestações contra o Presidente Emmanuel Macron, várias lojas foram pilhadas e incendiadas no centro de Paris e os manifestantes confrontaram a polícia, que respondeu com gás lacrimogéneo e canhões de água.


Polícia usa canhões de água e gás lacrimogéneo para repelir coletes amarelos
Manifestações em Paris já tiveram os primeiros distúrbios.

A violência registada desde há quatro meses em França nos protestos dos coletes amarelos, que causou significativos danos este sábado nos Campos Elísios, em Paris, forçou o Governo francês a rever a estratégia de segurança, criticada pela oposição.

Lusa


Notícias relacionadas

Governo francês suspende aumento da taxa dos combustíveis
O anúncio desta baixa nos impostos, que o executivo até agora rejeitou fortemente, acontece depois de três semanas de bloqueios e manifestações violentas em todo o território francês, que culminaram com cenas de tumultos em Paris no sábado.