Escolha as suas informações

Censurado pelo Twitter, Trump ameaça fechar as redes sociais
Mundo 27.05.2020

Censurado pelo Twitter, Trump ameaça fechar as redes sociais

Censurado pelo Twitter, Trump ameaça fechar as redes sociais

AFP
Mundo 27.05.2020

Censurado pelo Twitter, Trump ameaça fechar as redes sociais

Acusado de partilhar informações pouco credíveis, o Presidente dos EUA declarou guerra às redes sociais.

Se não fechar, o Presidente dos Estados Unidos ameaça regular as redes sociais depois de ter visto uma publicação sua assinalada pelo Twitter, esta terça-feira. 

“Os republicanos sentem que as plataformas de redes sociais silenciam completamente as vozes conservadoras. Vamos regulá-las fortemente, ou fechá-las, antes de permitirmos que isto aconteça”, escreveu precisamente na rede social que o “censurou”, acrescentando que isso foi tentado nas eleições de 2016. “Aprendam a comportar-se, AGORA!!!!”, remata ameaçador. 

Em causa, o facto do Twitter ter questionado a veracidade de uma publicação em que Donald Trump alertava para os perigos do voto por correspondência. “As caixas de correio serão roubadas, os boletins falsificados e até imprimidos ilegalmente e assinados com nomes forjados”, escreveu o Presidente norte-americano sobre o sistema criado para diminuir o risco de contágio da covid-19.

"Esses tweets contêm informações potencialmente enganosas sobre o processo de voto e foram assinaladas para fornecer contexto adicional sobre o voto por correspondência", justificou um porta-voz da plataforma que adoptou uma nova política de “verificação dos factos” este mês. 

Na reação, o atual inquilino da Casa Branca acusou a rede social da escrita minimalista de amordaçar a liberdade de expressão e interferir nas eleições presidenciais marcadas para novembro.  

“Não podemos deixar a votação por correio em larga escala implantar-se no país. Seria uma oportunidade para todos de fraude, falsificação e roubo de boletins”, voltou à carga sobre o tema que motivou a intenção de fechar ou regular as redes sociais. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Twitter admite suspender conta de Trump
O diretor de estratégia política pública do Twitter, Nick Pickles, declarou hoje durante uma audição parlamentar no Reino Unido, que os ‘tweets’ de Donald Trump são examinados da mesma forma que os provenientes de outras contas verificadas.