Escolha as suas informações

CDU de Merkel vence eleições municipais na região mais populosa da Alemanha
Mundo 14.09.2020

CDU de Merkel vence eleições municipais na região mais populosa da Alemanha

CDU de Merkel vence eleições municipais na região mais populosa da Alemanha

Foto: Federico Gambarini/dpa
Mundo 14.09.2020

CDU de Merkel vence eleições municipais na região mais populosa da Alemanha

Lusa
Lusa
A CDU obteve 34,3% dos votos na votação ocorrida no Estado da Renânia do Norte-Vestefália, um pouco abaixo dos seus resultados de há seis anos (37,5%). Os verdes subiram para 20% e os sociais-democratas caíram para 24,3%.

A União Democrata-Cristã (CDU), partido da chanceler alemã, Angela Merkel, impôs-se como a maior força política da região mais populosa da Alemanha nas eleições municipais de domingo, com 34,3% dos votos, segundo as autoridades alemãs.

A CDU obteve 34,3% dos votos na votação ocorrida no Estado da Renânia do Norte-Vestefália, um pouco abaixo dos seus resultados de há seis anos (37,5%), segundo os dados oficiais divulgados hoje de manhã.

Os verdes subiram de 11,8% para 20% e os sociais-democratas - que perderam o governo estadual para a CDU de Merkel em 2017 - caíram de 31,3% para 24,3%, no seu pior desempenho nas eleições municipais nesta região.

Esta vitória da CDU no Estado da Renânia do Norte-Vestefália pode significar um fortalecimento da influência do governador local, Armin Laschet (CDU), antes do congresso do partido em dezembro, no qual será eleita uma nova liderança.

Angela Merkel já anunciou que não irá recandidatar-se a um quinto mandato na liderança do partido.

Laschet quer chefiar a CDU e concorrer às eleições parlamentares alemãs no próximo ano como presidente do partido.

Armin Laschet afirmou que estes resultados do seu partido reforçam a defesa do "caminho de moderação na pandemia" do novo coronavírus, o qual sempre seguiu.

Laschet, um dos primeiros defensores do relaxamento das restrições ao novo coronavírus, enfrentou críticas por uma resposta à pandemia que nem sempre pareceu segura e inclusivamente, enquanto muitos outros nas fileiras do partido adotaram uma abordagem mais cautelosa.

O partido ambientalista Os Verdes também saiu reforçado das eleições de domingo, quase dobrando o número de votos e refletindo o seu forte desempenho nas sondagens nacionais.

Por outro lado, os sociais-democratas (SPD) - durante muito tempo o principal partido de centro-esquerda da Alemanha, para quem a região ocidental é um baluarte tradicional - tiveram uma perda dolorosa.

Junto com o fortalecimento dos Verdes, dois novos agrupamentos com posições fortes sobre as mudanças climáticas - Volt e Lista Climática - conseguiram entrar em várias assembleias municipais na região.

O partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD) obteve 5% dos votos em toda a região.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas