Escolha as suas informações

Catalunha: Rajoy afirma que Espanha restaurará a legalidade na região
Mundo 27.10.2017 Do nosso arquivo online

Catalunha: Rajoy afirma que Espanha restaurará a legalidade na região

Mariano Rajoy

Catalunha: Rajoy afirma que Espanha restaurará a legalidade na região

Mariano Rajoy
Foto: AFP
Mundo 27.10.2017 Do nosso arquivo online

Catalunha: Rajoy afirma que Espanha restaurará a legalidade na região

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, afirmou hoje que “o Estado de Direito restaurará a legalidade na Catalunha”, num ‘tweet’ divulgado pouco depois da declaração unilateral de independência no parlamento regional catalão.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, afirmou hoje que “o Estado de Direito restaurará a legalidade na Catalunha”, num ‘tweet’ divulgado pouco depois da declaração unilateral de independência no parlamento regional catalão.

“Peço tranquilidade a todos os espanhóis. O Estado de Direito restaurará a legalidade na Catalunha”, escreveu Rajoy numa mensagem assinada com as suas iniciais, MR.

O Parlament, parlamento regional da Catalunha, aprovou hoje a independência da região com 70 votos a favor, 10 contra e dois em branco, num parlamento de 135 deputados.

O Senado de Espanha está hoje a debater e deverá votar a suspensão da autonomia da Catalunha e a destituição dos dirigentes independentistas.


Notícias relacionadas

Parlamento catalão declara independência unilateral
O parlamento regional da Catalunha aprovou hoje, em Barcelona, a independência da região e a separação de Espanha numa votação sem a presença dos principais partidos que se opõem à proposta, que abandonaram a sala minutos antes.
People celebrate after Catalonia's parliament voted to declare independence from Spain in Barcelona on October 27, 2017. 
Catalonia's parliament voted to declare independence from Spain and proclaim a republic, just as Madrid is poised to impose direct rule on the region to stop it in its tracks. A motion declaring independence was approved with 70 votes in favour, 10 against and two abstentions, with Catalan opposition MPs walking out of the 135-seat chamber before the vote in protest at a declaration unlikely to be given official recognition.
 / AFP PHOTO / PAU BARRENA