Escolha as suas informações

Caso Petito. Restos mortais encontrados esta semana são de Brian Laundrie, que terá morrido há um mês
Mundo 6 3 min. 22.10.2021
EUA

Caso Petito. Restos mortais encontrados esta semana são de Brian Laundrie, que terá morrido há um mês

EUA

Caso Petito. Restos mortais encontrados esta semana são de Brian Laundrie, que terá morrido há um mês

Foto: AFP
Mundo 6 3 min. 22.10.2021
EUA

Caso Petito. Restos mortais encontrados esta semana são de Brian Laundrie, que terá morrido há um mês

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
FBI confirmou que os restos mortais encontrados na reserva de Carlton, na Florida, são do namorado da influencer, Gabby Petito, morta em agosto. Os investigadores procuram agora respostas, num caderno de Brian Laundrie, que possam explicar as duas mortes.

Os restos humanos encontrados na quarta-feira numa reserva natural da Florida são de Brian Laundrie, namorado de Gabby Petito, a infleuncer americana morta em agosto, confirmou o FBI, esta quinta-feira.

 "Uma comparação dos registos dentários confirmou que os restos humanos encontrados" na reserva de Carlton "são os de Brian Laundrie", que desapareceu em setembro depois de regressar a casa sem Gaby Petito. 

O jovem, que, na altura do regresso, se recusou a responder às perguntas dos investigadores antes de desaparecer, era considerado, pela polícia, como "pessoa de interesse para a investigação" da morte de Gabby Petito. A sua morte, confirmada agora, adensa ainda mais o mistério em torno deste caso.

Segundo a CNN, as autoridades acreditam que o jovem esteja morto já há um mês, altura em que desapareceu de casa da família, na Florida, depois de regressar da viagem sem a namorada.

Gabby Petito e o namorado Brian Laundrie.
Gabby Petito e o namorado Brian Laundrie.
Foto: Screenshot Youtube

Brian Laundrie, 23 anos, e Gabby Petito, 22, tinham deixado Nova Iorque em julho para uma viagem de quatro meses numa carrinha convertida, e iam registando vídeos das etapas da viagem nos grandes cenários dos parques nacionais do Oeste americano. A jovem partilhava-os frequentemente com os seus seguidores no Instagram e no YouTube. 


Autópsia revela que Gabby Petito foi estrangulada até à morte
A jovem foi morta três a quatro semanas antes do corpo ser encontrado perto do Parque Nacional de Grand Teton, a 19 de setembro. Namorado continua a ser procurado pelas autoridades.

Contudo, Laundrie regressou à Florida, onde viviam os seus pais e onde o casal estaria antes hospedado, a 1 de setembro, mais cedo do que o esperado e sozinho. Gabby Petito, de quem estaria noivo, tinha deixado de dar notícias à sua família no final de agosto. 

Depois do regresso de Brian Laundrie sem a namorada, os pais de Gabby Petito deram a jovem como desaparecida, a 11 de setembro. O seu corpo seria encontrado no dia 19 do mesmo mês, num parque, no estado do Wyoming, e, pouco tempo mais tarde, reconhecido pela autópsia, que avançava que a causa da morte teria sido homicídio. A causa foi confirmada já em outubro: a jovem morreu por estrangulamento.

O silêncio suspeito de Laundrie e o seu desaparecimento

Quando os pais de Gabby Petito comunicaram o seu desaparecimento às autoridades, Laundrie recusou-se a responder às perguntas dos investigadores. Poucos dias depois desapareceria, sem deixar rasto. As autoridades lançaram uma operação de buscas, concentrando-se sobretudo na reserva de Carlton, o último local conhecido onde teria estado antes de desaparecer.

O jovem não chegou a ser acusado da morte da sua namorada, embora tenha sido acusado de utilização fraudulenta de um cartão bancário e a polícia federal tenha emitido um mandado de captura para a sua prisão.   

Além disso, os registos dos últimos momentos que o casal passou junto, e que foram surgindo no último mês, parecem sugerir o envolvimento de Laundrie no homicídio de Gabby.

Um vídeo divulgado em setembro pela polícia em Moab, Utah, lançou novas suspeitas sobre o jovem, ao mostrar uma discussão entre o casal onde os dois se terão agredido.

"Ela, por vezes, fica zangada", disse Laundrie aos agentes, enquanto Gabby Petito aparece em lágrimas junto ao carro. Mas a testemunha que terá ligado para a polícia a dar o alerta para o conflito afirmou, segundo noticiou a Fox, na altura, que foi Gabby quem foi alvo de agressão.

Os objetos que foram encontrados junto dos restos mortais de Brian Laundrie .- uma mochila e um caderno - podem ajudar a dissipar algumas dúvidas na investigação.

Se o caderno contiver anotações, ainda visíveis, poderá fornecer pistas sobre as causas da sua morte -  a hipótese de suicídio não está descartada - e, eventualmente, sobre o homicídio de Petito.


Equipas de mergulho juntam-se às operações de busca para encontrar namorado de Gabby Petito
Brian Laundrie é o principal suspeito da morte de Gabby Petito, a influencer americana que estava desaparecida há várias semanas e cujo corpo foi encontrado no domingo.

Uma fonte próxima da investigação disse à CNN que o caderno estava claramente molhado quando foi encontrado fora da mochila que as autoridades localizaram na quarta-feira durante as buscas. Mas "possivelmente é recuperável". "Vão arranjar uma forma de o secar antes de o abrirem" com todos os cuidados, acrescentou a mesma fonte.

Segundo explicou Michael McPherson, do FBI, os restos humanos e os "artigos pessoais" estavam numa área que se encontrava "até há pouco tempo debaixo de água", numa zona pantanosa, cheia de jacarés e cobras. 

A polícia deverá permanecer no local "provavelmente durante vários dias", confirmou ontem o agente. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Polícia aponta suicídio como causa provável da morte do namorado da influencer americana, assassinada em agosto. Os restos mortais de Laundrie serão agora examinados por um antropólogo forense para confirmar a causa da morte.