Escolha as suas informações

Caso Petito. Autoridades admitem erro de vigilância de Brian Laundrie
Mundo 2 min. 26.10.2021
EUA

Caso Petito. Autoridades admitem erro de vigilância de Brian Laundrie

Gabby Petito e o namorado Brian Laundrie.
EUA

Caso Petito. Autoridades admitem erro de vigilância de Brian Laundrie

Gabby Petito e o namorado Brian Laundrie.
Foto: Screenshot Youtube
Mundo 2 min. 26.10.2021
EUA

Caso Petito. Autoridades admitem erro de vigilância de Brian Laundrie

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Restos mortais do namorado da influencer Gabby Petito, que foi assassinada em agosto, foram encontrados a semana passada.

As autoridades americanas admitiram ter cometido erros na vigilância de Brian Laundrie, cujos restos mortais foram encontrados na semana passada, numa reserva da Florida.

A polícia local assumiu ter confundido a mãe de Brian Laundrie com o jovem, que desapareceu poucos dias depois de ter regressado a casa sem a namorada, a influencer Gabby Petito, de 22 anos, entretanto encontrada morta por estrangulamento. A confusão de identidades, refere o jornal The Independent, levou o chefe da polícia de Noth Port, Todd Garrison, a afirmar erradamente, numa conferência de imprensa em setembro, que sabia onde Laundrie se encontrava.


Caso Petito. Restos mortais encontrados esta semana são de Brian Laundrie, que terá morrido há um mês
FBI confirmou que os restos mortais encontrados na reserva de Carlton, na Florida, são do namorado da influencer, Gabby Petito, morta em agosto. Os investigadores procuram agora respostas, num caderno de Brian Laundrie, que possam explicar as duas mortes.

A causa da morte de Laundrie, de 23 anos, foi inconclusiva dado o estado de degradação dos restos mortais encontrados - o reconhecimento foi feito pelos registos dentários do cadáver - e a família decidiu que aqueles seriam cremados sem a realização de funeral. 

As investigações apontam para que Laundrie estivesse morto há cerca de um mês, desde o momento em que o seu paradeiro se tornou desconhecido. A reserva onde os seus restos mortais foram encontrados era um dos seus lugares preferidos, segundo a família.

Agentes da autoridade federais, estatais e locais passaram várias semanas a revistar a reserva, com áreas pantanosas e submersas habitadas por jacarés, coiotes e cobras. Embora as autoridades tenham recorrido a mergulhadores e cães para ajudar nas buscas, só quando as fortes chuvas de fim de verão pararam e a água recuou é que os restos mortais de Brian Laundrie e uma mochila e um caderno que lhe pertenciam foram encontrados.

 Com a sua morte torna-se mais difícil perceber quem matou Gabby Petito. Apesar de não ter sido considerado suspeito do homicídio da namorada, Brian Laundrie era tido como pessoa de interesse para a investigação, por ter sido a última pessoa a ter contacto com a jovem.    

Objetos podem ser "salváveis" e fornecer pistas

As atenções viram-se agora para os objetos pessoais que foram encontrados junto dos restos mortais de Laundrie - em particular um caderno - que os peritos do FBI acreditam que sejam "salváveis" e que possam fornecer pistas sobre as duas mortes, ou, pelo menos, ajudar a dissipar algumas dúvidas na investigação.

Se o caderno contiver anotações, ainda visíveis, poderá fornecer pistas sobre as causas da morte de Laundrie -  a hipótese de suicídio não está descartada - e, eventualmente, sobre o homicídio de Petito.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Polícia aponta suicídio como causa provável da morte do namorado da influencer americana, assassinada em agosto. Os restos mortais de Laundrie serão agora examinados por um antropólogo forense para confirmar a causa da morte.