Escolha as suas informações

Casa Branca reabre instalação para detenção de crianças migrantes da era Trump
Mundo 2 min. 24.02.2021

Casa Branca reabre instalação para detenção de crianças migrantes da era Trump

Casa Branca reabre instalação para detenção de crianças migrantes da era Trump

Foto: AFP
Mundo 2 min. 24.02.2021

Casa Branca reabre instalação para detenção de crianças migrantes da era Trump

Porta-voz da Administração Biden afirma que é apenas "solução temporária durante a covid-19".

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, defendeu na terça-feira a reabertura pela Administração Biden de uma instalação para crianças migrantes no Texas, afirmando que se trata de uma "solução temporária durante a covid-19". 

Os comentários de Jen Psaki surgem a meio de uma controvérsia sobre a decisão da Casa Branca de abrir uma instalação para alojar até 700 crianças migrantes que atravessaram a fronteira EUA-México sem estarem acompanhadas pelos seus pais. Durante a era Trump, Joe Biden e a vice-presidente Kamala Harris criticaram severamente instalações semelhantes que o Presidente anterior utilizou para alojar crianças migrantes no verão de 2019.

Em particular, Biden declarou em junho de 2019 que "sob Trump houve cenas horríveis na fronteira com crianças fechadas em jaulas". No mês seguinte, Harris chamou à utilização destas instalações uma "violação dos direitos humanos cometida pelo governo dos EUA". Neste contexto, um repórter perguntou a Psaki porque é que a Administração Biden abriu "as mesmas instalações que estiveram abertas durante um mês" durante o mandato de Trump.

"Deixem-me ser clara. Estamos no meio de uma pandemia", respondeu a porta-voz da Casa Branca, observando que a política de Biden é "não expulsar as crianças desacompanhadas que chegam à fronteira".

Psaki salientou que as Alfândegas e o Controlo de Fronteiras continuam a transferir crianças não acompanhadas para o Gabinete de Reinstalação de Refugiados, mas que devido aos protocolos anti-vírus a capacidade dos abrigos existentes na agência "foi significativamente reduzida porque, claro, não se pode ter uma criança em cada cama". 

"Para garantir a saúde e segurança destas crianças, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) tomou medidas para abrir uma instalação de emergência para acrescentar capacidade. [...] Portanto, é uma reabertura temporária durante a covid-19. A nossa intenção é fechá-la, mas queremos ter a certeza de que podemos seguir os protocolos anti-covid", declarou Psaki. 

"Estas não são crianças fechadas em jaulas", observou a porta-voz. "Esta é uma instalação [...] que seguirá as mesmas normas que outras instalações HHS". Não se trata de uma réplica. De forma alguma. Não pretendemos replicar as políticas de imigração da Administração anterior. Mas estamos numa circunstância em que não vamos remover menores desacompanhados na fronteira. Isso seria desumano", disse ele. 

"Precisamos de encontrar lugares seguros ao abrigo dos protocolos covid para crianças, onde elas possam ter acesso a serviços de educação, saúde e saúde mental que sejam do seu melhor interesse", concluiu Psaki.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.