Escolha as suas informações

"Carro mais bonito do mundo" comprado por 135 milhões de euros em leilão
Mundo 5 20.05.2022
Recorde mundial

"Carro mais bonito do mundo" comprado por 135 milhões de euros em leilão

O Mercedes Coupé 300, de 1955, arrematado por uma fortuna é considerado "o carro mais bonito do mundo".
Recorde mundial

"Carro mais bonito do mundo" comprado por 135 milhões de euros em leilão

O Mercedes Coupé 300, de 1955, arrematado por uma fortuna é considerado "o carro mais bonito do mundo".
Foto: Mercedes-Benz Ag/dpa
Mundo 5 20.05.2022
Recorde mundial

"Carro mais bonito do mundo" comprado por 135 milhões de euros em leilão

AFP
AFP
Só existem dois exemplares deste automóvel Mercedes de 1955 no mundo. Um deles foi agora arrematado por um cliente num leilão confidencial da Sotheby's, no museu da marca na Alemanha.

Um Mercedes de 1955, um dos dois únicos exemplares do mundo, foi comprado no início de maio por 135 milhões de euros, um recorde mundial para um carro vendido em leilão, anunciou a leiloeira RM Sotheby's.

O Mercedes Coupé 300 SLR Uhlenhaut 1955 foi vendido a 5 de maio, num leilão confidencial realizado no museu Mercedes Benz em Estugarda, na Alemanha, em parceria entre a subsidiária da leiloeira Sotheby's e o fabricante alemão de automóveis.

Com um preço de 135 milhões de euros, a compra deste Mercedes triplicou o recorde anterior de 2018 detido por um Ferrari 250 GTO de 1962. Na altura, Eêste último foi vendido pela mesma empresa de leilões de carros clássicos por mais 45 milhões de euros.

O agora detentor do recorde mundial o Mercedes "300 SLR está agora entre os 10 artigos mais caros alguma vez vendidos em leilão", frisou a RM Sotheby's numa declaração emitida na quinta-feira, em Londres, que descreve esta relíquia como "o carro mais bonito do mundo". 


"Shot Sage Blue Marilyn", foi pintado pelo famoso artista americano Andy Warhol em 1964.
Retrato de Marilyn Monroe é a obra de arte mais cara do séc. XX
O recorde de todos os tempos - para todos os períodos - ainda é mantido pelo "Salvator Mundi" atribuído a Leonardo da Vinci, que foi vendido em 2017.

De facto, de acordo com um ranking elaborado pela AFP de obras de arte vendidas em leilão nos últimos anos, sobretudo em Nova Iorque, o recorde absoluto é detido pelo quadro "Salvator Mundi" de Leonardo da Vinci, vendido por 450,3 milhões de dólares pela Christie's, em Nova Iorque, em novembro de 2017.

O dinheiro da venda deste Mercedes "será utilizado para estabelecer um 'Fundo Mercedes-Benz' internacional para bolsas de estudo e formação em investigação para jovens em ciências ambientais e descarbonização", anunciou ainda a RM Sotheby's.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.