Escolha as suas informações

Calor e desconfinamento. O primeiro teste às praias já começou [fotogaleria]
Mundo 13 2 min. 17.05.2020

Calor e desconfinamento. O primeiro teste às praias já começou [fotogaleria]

Grécia

Calor e desconfinamento. O primeiro teste às praias já começou [fotogaleria]

Grécia
Foto: AFP
Mundo 13 2 min. 17.05.2020

Calor e desconfinamento. O primeiro teste às praias já começou [fotogaleria]

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
A subida das temperaturas levou a que muitos europeus, e não só, procurassem as praias, depois do começo do desconfinamento. Este fim de semana foi um primeiro teste à época balnear que se avizinha.

A época balnear está prestes a começar em muitos países europeus, incluindo Portugal. Mas a pandemia traz uma reorganização inédita à possibilidade de frequentar as praias. este verão.

É que mesmo tendo muitos dos países já começado o seu desconfinamento, as regras de segurança sanitária mantêm-se e o distanciamento físico e o uso de máscara são o novo normal a pôr em prática, incluindo nos areais das zonas costeiras.


Covid-19: Comissão Europeia pede distância nas praias e limite de clientes em restaurantes
O objetivo é dar aos países orientações ao setor sobre como assegurar que “as pessoas permanecem em segurança em hotéis, parques de campismo, alojamentos ou outros estabelecimentos de férias".

Este fim-de-semana, com a subida das temperaturas, foram muitos os que, em vários países, procuraram os espaços à beira-mar para os passeios e momentos passados ao ar livre, nem sempre cumprindo as novas normas.

No caso de Portugal, cuja época balnear só começa em junho, as praias da zona norte, nos concelhos de Matosinhos ou Vila do Conde, ou Carcavelos, na zona da Grande Lisboa, registaram uma maior afluência, sobretudo no paredão da marginal. Os que arriscaram um banho de sol no areal foram dissuadidos pela polícia marítima. 

Para já, as praias portuguesas estão apenas reservadas a caminhadas ou à prática de desportos náuticos individuais, como o surf.


Algarve, Portugal
Portugal. Praias vão ter semáforos à entrada
O Conselho Ministros reune-se esta tarde para decidir como vai ser o verão nas praias portuguesas. Semáforos, aplicações e proibição de auto-caravanas nos estacionamentos são algumas das medidas.

Situação semelhante acontece em França, que reabriu ao público, este sábado, algumas praias do norte do país e da costa do Mediterrâneo.

No entanto, atualmente e até nova ordem, apenas é permitido surfar, nadar ou pescar, desde que cumprindo o distanciamento físico. Banhos de sol ou permanecer na praia durante horas continua a ser proibido.

Na Grécia, o cenário já é de antecipação àquilo que será seguido noutros países. O país, que impôs um confinamento geral a 23 de março e que iniciou o desconfinamento a 4 de maio, começou a reabrir as praias para uso balnear. 

Menos afetada que grande parte dos países europeus, a Grécia contabilizou, até à data, 160 óbitos e 2.810 casos de pessoas contaminadas pela covid-19. Por isso, reiniciou a atividade turística, uma das maiores fontes económicas do país, com a reabertura das praias, sob regras apertadas de higiene e distanciamento e multas elevadas para quem não as cumprir.


Covid-19. Manual para poder passar as férias no Algarve
Entre as recomendações, Região de Turismo do Algarve, estão os procedimentos de limpeza e higienização, formação de colaboradores e informação a disponibilizar as turistas e visitantes, de acordo com as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS) e as diretrizes internacionais.

Segundo refere a agência Reuters, citando as normas do governo helénico, a cada mil metros quadrados só deverão ser permitidas 40 pessoas e os guarda-sóis têm de ficar a quatro metros de distância, com coberturas separadas por mais de um metro.

Nesta primeira fase, a Grécia planeia reabrir mais de 500 praias. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.