Escolha as suas informações

Brasil. 60 euros por quatro horas de oxigénio em Manaus
Mundo 25.01.2021

Brasil. 60 euros por quatro horas de oxigénio em Manaus

Brasil. 60 euros por quatro horas de oxigénio em Manaus

Foto: AFP
Mundo 25.01.2021

Brasil. 60 euros por quatro horas de oxigénio em Manaus

Já morreu meia centena de pessoas sem oxigénio porque as reservas dos hospitais não chegam para todos.

Com uma crise sem precedentes, a fraca resposta sanitária dos hospitais da região de Manaus, no Brasil, deixa milhares de pacientes desesperados. Já morreu mais de meia centena de pessoas sem oxigénio porque as reservas não chegam para todos. As autoridades investigam mais de 50 infetados nessas circunstâncias. “Um número extremamente conservador”, alertou o epidemiologista Jesem Orellana, da Fiocruz, ao El País. 

Desde as festas de fim de ano que as hospitalizações por covid-19 estavam a aumentar de forma progressiva mas de repente dispararam. Na noite de 14 para 15 de janeiro a acumulação de pacientes foi tanta que vários hospitais ficaram sem oxigénio nesta cidade remota de dois milhões de habitantes no meio da Amazónia.

Como consequência, os que podem tentam encontrar oxigénio por sua própria conta e risco, com um novo mercado deste bem essencial a emergir. É o caso de muitos habitantes de Manaus que tentam salvar os familiares. Um deles explicou ao El País que diariamente compra oxigénio numa empresa de gases industriais que começou a vender a particulares em desespero. Por cada recarga, a empresa cobra 60 euros. Só dá para quatro horas.

As imagens de camiões venezuelanos carregados de oxigénio em Manaus por iniciativa de Nicolás Maduro surpreenderam o mundo, uma vez que a Venezuela está a conseguir gerir a pandemia melhor do que muitos países da região. Mas esse carregamento deu apenas para três dias, devido à elevada necessidade nos hospitais.

Manaus é só mais um exemplo grave da caótica gestão da infeção no Brasil. O presidente Jair Bolsonaro não parou de sabotar os esforços dos governadores para contê-la. A vacinação só agora começou e um estudo académico publicado pelo El País acusa-o de liderar “uma estratégia institucional de propagação do vírus”.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Brasil. Risco de falta de oxigénio em seis estados
As reservas de oxigénio destinadas à respiração artificial de pacientes gravemente afetados pela covid-19 atingiram níveis "preocupantes" em seis estados do Brasil, onde a pandemia está numa fase crítica, revelaram hoje fontes oficiais.