Escolha as suas informações

Boris Johnson. Travessia ilegal de migrantes é "estúpida, perigosa e criminosa"
Mundo 2 min. 10.08.2020

Boris Johnson. Travessia ilegal de migrantes é "estúpida, perigosa e criminosa"

Boris Johnson. Travessia ilegal de migrantes é "estúpida, perigosa e criminosa"

Foto: AFP
Mundo 2 min. 10.08.2020

Boris Johnson. Travessia ilegal de migrantes é "estúpida, perigosa e criminosa"

AFP
AFP
O primeiro-ministro britânico Boris Johnson considerou esta segunda-feira de "estúpida, perigosa e criminosa" a tentativa de atravessar ilegalmente o Canal da Mancha para o Reino Unido, apontando o dedo diretamente aos traficantes de pessoas.

As declarações surgem nas vésperas de uma reunião de líderes franceses e ingleses em Paris sobre o número recorde de migrantes que utilizam esta rota.   "Queremos acabar com isto juntamente com a França e garantir que eles compreendam que não é uma boa ideia, é uma ideia muito má, estúpida, perigosa e criminosa", afirmou. O secretário britânico da imigração, Chris Philp, visita a capital francesa a 11 de agosto para exortar as autoridades francesas a intensificarem medidas contra a imigração ilegal. 

"Não há dúvida de que estamos a assistir às atividades de gangues cruéis e criminosos que arriscam as vidas destas pessoas transportando-as através do Canal, uma jornada muito perigosa em barcos potencialmente inadequados para viagens marítimas", disse Boris Johnson à margem de uma visita a uma escola londrina.   

O chefe do governo britânico afirmou ao mesmo tempo que quer alterar a legislação atual que, segundo ele, torna "muito, muito difícil" a deportação de migrantes que chegam ao país ilegalmente. 

Mais de 4.000 migrantes chegaram ilegalmente ao Reino Unido através do Canal da Mancha desde o início do ano, incluindo cerca de 600 desde quinta-feira passada apenas, com vários dias de travessias em níveis recorde. A ministra do Interior, Priti Patel, que visitou a guarda costeira no porto de Dover na segunda-feira, pediu a ajuda da Marinha de forma a tornar as travessias ilegais do Canal "impraticáveis". 


Covid-19. Orbán diz que todos os migrantes são potenciais "bombas biológicas"
"É preciso considerar todos os imigrantes como potenciais contaminadores", afirmou o primeiro-ministro húngaro.

 Esta segunda-feira de manhã, um avião da força aérea inglesa foi destacado para dar apoio à guarda costeira nestes casos, informou o Departamento de Defesa. Também do lado francês, o Ministério do Interior destacou pessoal adicional para apoiar o fluxo de migrantes no Canal. Só em julho deste ano foram impedidas dez vezes mais travessias do que em julho de 2019 e quatro vezes mais barcos e equipamento foram descobertos nas dunas. 

As autoridades britânicas e francesas estão atualmente a elaborar um plano conjunto para combater as travessias marítimas ilegais. Um dos pontos passa por reforçar os meios de controlo nas zonas costeiras e pontos de passagem, indicou recentemente o ministério do Interior francês. Ainda no mês passado foi criada uma "célula de espionagem franco-britânica" para reforçar a luta contra os passadores de pessoas.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.