Escolha as suas informações

Autópsia revela que Gabby Petito foi estrangulada até à morte
Mundo 2 min. 13.10.2021
EUA

Autópsia revela que Gabby Petito foi estrangulada até à morte

EUA

Autópsia revela que Gabby Petito foi estrangulada até à morte

Mundo 2 min. 13.10.2021
EUA

Autópsia revela que Gabby Petito foi estrangulada até à morte

AFP
AFP
A jovem foi morta três a quatro semanas antes do corpo ser encontrado perto do Parque Nacional de Grand Teton, a 19 de setembro. Namorado continua a ser procurado pelas autoridades.

A influencer americana, Gabby Petito, cujo desaparecimento causou agitação nos Estados Unidos, em setembro, foi estrangulada até à morte, revelaram os resultados finais da autópsia.

"A causa da morte é estrangulamento e é um homicídio", afirmou o médico legista Brent Blue, do condado de Teton, no estado noroeste do Wyoming, onde o corpo do jovem de 22 anos foi encontrado a 19 de setembro. 

A jovem foi morta três a quatro semanas antes do corpo ser encontrado perto do Parque Nacional de Grand Teton, acrescentou o médico, sem dar mais pormenores sobre a autópsia. 


Equipas de mergulho juntam-se às operações de busca para encontrar namorado de Gabby Petito
Brian Laundrie é o principal suspeito da morte de Gabby Petito, a influencer americana que estava desaparecida há várias semanas e cujo corpo foi encontrado no domingo.

A notícia reacendeu a especulação sobre o envolvimento na morte de Gabby Petito de Brian Laundrie, 23 anos, o namorado da jovem, que ainda está a ser procurado procurado pelas autoridades.

Laundrie foi acusado de utilização fraudulenta de um cartão de crédito e é descrito como "pessoa de interesse" para a investigação. 

Gabby Petito e o namorado Brian Laundrie.
Gabby Petito e o namorado Brian Laundrie.
Foto: Screenshot Youtube

Numa declaração aos meios de comunicação social americanos, o advogado da família Laundrie, Steven Bertolino, disse que a morte da jovem mulher "em tão tenra idade" foi uma "tragédia". Mas, salientou, Brian Laundrie é apenas procurado por usar o cartão bancário da sua noiva. 

O jovem casal estava em viagem pelo Estados Unidos quando ocorreu o crime. A residirem na Florida, Gabby e Brian tinham partido numa carrinha convertida para uma viagem que deveria durar quatro meses e cujas etapas, nos grandiosos cenários dos parques nacionais do Oeste americano, eram regularmente partilhadas no Instagram e no YouTube da influencer, através de fotos e vídeos.


Gabby Petito. FBI confirma que corpo encontrado é o da influencer e que jovem foi assassinada
Resultados preliminares da autópsia apontam para homicídio. Namorado da influencer, que viajava com a jovem quando esta desapareceu, continua a ser procurado pela polícia.

No entanto, a 1 de setembro, Brian regressou sozinho com a carrinha a North Port, na Florida, onde o casal vivia temporariamente, com a família Laundrie. A família de Gabby Petito comunicou o seu desaparecimento a 11 de setembro, dizendo não ter tido notícias dela desde finais de agosto. 

No regresso, Brian Laundrie recusou-se a fornecer informações sobre a namorada à polícia e acabou por desaparecer sem deixar rasto dias depois.

Um vídeo tornado, entretanto, público pela polícia em Moab, uma pequena cidade em Utah, trouxe ainda mais suspeitas sobre o noivo. Nele, Gabby Petito aparece em lágrimas depois de a polícia ter sido chamada para resolver uma situação de violência doméstica a 12 de agosto, que envolveu o casal. "Ela fica perturbada, por vezes", disse Brian Laundrie aos agentes, explicando que os dois tinham tido uma discussão e que ela lhe tinha batido com o telefone.

No entanto, a pessoa que chamou a polícia disse que foi Gabby quem viu ser agredida.


Gabby Petito. O caso da influencer que desapareceu sem deixar rasto e que está a agitar a América
Polícia americana encontrou corpo que parece corresponder ao da jovem desaparecida desde agosto. O namorado, que acompanhava a influencer na altura do seu desaparecimento, é considerado "pessoa de interesse para a investigação".

O último contacto direto entre Gabby Petito e a sua família foi a 21 de agosto, contou o seu pai, Joseph. A mãe da jovem também disse ter recebido uma mensagem de texto final a 30 de agosto, mas revelou não ter a certeza de que tivesse sido escrita pela sua filha. 

O funeral de Gabby Petito realizou-se a 26 de setembro próximo de Nova Iorque, embora os seus restos mortais ainda estivessem no Wyoming. 

 A história trágica desta jovem americana é tristemente comum num país onde centenas de milhares de pessoas desaparecem todos os anos. Mas a atenção mediática dada ao caso gerou uma controvérsia sobre a atenção desproporcionada dada aos desaparecimentos de mulheres brancas em comparação com as pertencentes a minorias.



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas