Escolha as suas informações

Argentina, Austrália e Canadá? Já pode viajar para estes destinos
Mundo 17.01.2022
Viagens

Argentina, Austrália e Canadá? Já pode viajar para estes destinos

Mar del Plata, na Argentina, um dos destinos turísticos do país.
Viagens

Argentina, Austrália e Canadá? Já pode viajar para estes destinos

Mar del Plata, na Argentina, um dos destinos turísticos do país.
Foto: Mara Sosti/AFP
Mundo 17.01.2022
Viagens

Argentina, Austrália e Canadá? Já pode viajar para estes destinos

Telma MIGUEL
Telma MIGUEL
O Conselho Europeu acaba de rever a lista de países considerados seguros para viajar e recomenda que os 27 da UE levantem as restrições atuais. As listas são atualizadas a cada duas semanas.

Segundo os critérios e recomendações, a partir desta segunda-feira, dia 17, os Estados-membros devem levantar gradualmente restrições de entrada na União Europeia dos residentes dos seguintes países terceiros, segundo indicação do Conselho Europeu (CE). 

O Conselho destaca a Argentina, Austrália e Canadá, mas a lista é extensa. São 14 no total: Bahrain, Chile, Colômbia, Indonésia, Kuwait, Nova Zelândia, Perú, Qatar, Ruanda, Arábia Saudita, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos e Uruguai. 

As restrições foram levantadas também para a China, mas está sujeito a confirmação se as autoridades de Pequim aceitam de igual modo levantar autorizar a entrada dos cidadãos da UE.

Segundo a recomendação do Conselho para os 27 Estados-membros, as restrições de viagens devem também ser gradualmente levantadas para as regiões administrativas especiais chinesas, Hong Kong e de Macau. Bem como as restrições para Taiwan.

Reciprocidade e fiabilidade dos dados

Os critérios para determinar quais os países terceiros (fora do território da União Europeia) que podem ter as restrições de viagens não essenciais levantadas foram redefinidos em maio de 2021. Cobrem a situação epidemiológica nos países e a resposta das entidades de saúde desses países à covid-19, bem como a confiabilidade e a consistência dos dados fornecidos por esses países terceiros. 

Outro dos critérios que foram introduzidos em maio de 2021 para a "abertura de fronteiras" foi a reciprocidade. A União Europeia deixa entrar cidadãos dos países que oferecerem as mesmas condições para os titulares de passaporte europeu.

Os países associados no acordo de Schengen – Islândia, Lichtenstein, Noruega e Suíça – integram igualmente este conjunto de recomendações.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas