Escolha as suas informações

Archie morreu este sábado ao final da manhã, aos 12 anos
Mundo 3 06.08.2022
Reino Unido

Archie morreu este sábado ao final da manhã, aos 12 anos

Archie com a mãe, Hollie. O rapaz está em morte cerebral desde abril, depois de ter realizado um desafio de Tik Tok.
Reino Unido

Archie morreu este sábado ao final da manhã, aos 12 anos

Archie com a mãe, Hollie. O rapaz está em morte cerebral desde abril, depois de ter realizado um desafio de Tik Tok.
Hollie Dance/PA Media/dpa
Mundo 3 06.08.2022
Reino Unido

Archie morreu este sábado ao final da manhã, aos 12 anos

Redação
Redação
As máquinas que mantinham a criança viva desde abril foram desligadas este sábado, apesar da batalha jurídica travada pela família.

Archie Battersbee, o rapaz britânico de 12 anos que estava ligado a um sistema de suporte de vida desde abril, num hospital londrino, morreu este sábado, após uma longa batalha jurídica travada pela família.

Inicialmente, os pais do menino, Hollie Dance e Paul Battersbee, queriam que o tratamento continuasse, dizendo que o seu coração ainda batia e que ele tinha agarrado a mão da mãe. Mas desde abril que o jovem se encontrava em morte cerebral.

Nos últimos dias a luta da família foi para que o menino fosse retirado do hospital e passasse os seus últimos momentos junto da família, numa residência de cuidados paliativos. Contudo, a justiça entendeu que mover a criança do hospital, mesmo sendo o seu estado irreversível, acarretava riscos, decidindo que Archie deveria passar os seus derradeiros momentos de vida no hospital onde já se encontrava internado.


Numa declaração na sexta-feira à noite, o grupo hospitalar responsável pelo cuidado de Archie Battersbee expressou a sua "profunda simpatia" pela família do rapaz. "Como ordenado pelos tribunais, trabalharemos com a família para nos prepararmos para a cessação do tratamento, mas não faremos quaisquer alterações aos cuidados de Archie até que as questões legais pendentes sejam resolvidas", acrescentou a mesma declaração.   


Hollie Dance, mãe de Archie.
Família de Archie "destroçada". Máquinas começam a ser desligadas este sábado
Batalha jurídica chega ao fim e equipamento de suporte de vida começará a ser desligado hoje. Últimos momentos de vida da criança serão passados no hospital onde está internada desde abril.

As máquinas foram desligadas a meio da manhã e o óbito foi declarado pouco tempo depois.

"O Archie morreu hoje às 12h15", disse aos jornalistas a mãe do menino, Hollie Dance.

Caso de Archie não é inédito 

 No passado recente, o Reino Unido já foi marcado por dois outros casos semelhantes ao de Archie.


Os pais de Archie, Paul Battersbee e Hollie Dance, contestam a decisão do hospital e dos tribunais britânicos.
Caso Archie. Tribunal Europeu recusa intervir para impedir desligar das máquinas
O menino de 12 anos foi encontrado inconsciente no dia 7 de abril. Está, desde então, em morte cerebral.

Em Abril de 2018, uma criança de 23 meses de idade, Alfie Evans, que sofria de uma doença neurodegenerativa rara, morreu após uma longa batalha legal dos seus pais contra a cessação dos cuidados. Os seus pais receberam o apoio do Papa Francisco, que fez vários apelos para manter o rapaz ligado ao suporte de vida.

 Em 2017, Charlie Gard, que sofria de uma doença genética rara, morreu pouco antes do seu primeiro aniversário, após a interrupção da ventilação artificial, apesar da multiplicação de recursos pelos seus pais.

(Com agências)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas