Escolha as suas informações

Novo ano trágico em França. Mãe e filha de dois anos assassinadas
Mundo 08.01.2022
Crime

Novo ano trágico em França. Mãe e filha de dois anos assassinadas

Crime

Novo ano trágico em França. Mãe e filha de dois anos assassinadas

Photo: AFP
Mundo 08.01.2022
Crime

Novo ano trágico em França. Mãe e filha de dois anos assassinadas

Redação
Redação
A irmã do suspeito do duplo homicídio também ficou ferida e foi transportada de urgência para o hospital. Tinha saltado pela janela para escapar ao irmão. É o quarto feminicídio no país desde o início de 2022.

Um homem foi detido na madrugada deste sábado, suspeito de ter esfaqueado a companheira e a filha de dois anos na comuna francesa de Aubervilliers, Seine-Saint-Denis. A irmã do suspeito partiu uma janela da habitação e conseguiu fugir. Mãe e filho acabaram por morrer. É o quarto feminicídio no país desde o início de 2022.

Por volta das 2h30 de sábado, os serviços de emergência foram chamados a um apartamento no centro da cidade de Aubervilliers para prestar assistência a três pessoas, incluindo uma menina de dois anos, segundo fonte policial, citada pela AFP. A irmã do suspeito do duplo homicídio também ficou ferida e foi transportada de urgência para o hospital. Tinha saltado pela janela para escapar ao irmão.


É o terceiro feminicídio neste primeiro fim de semana do novo ano. No sábado, outras duas mulheres, de 27 e 56 anos, foram esfaqueadas até à morte pelos companheiros.
Mulher encontrada morta na mala do carro em Nice. É o terceiro feminicídio do novo ano em França
É o terceiro feminicídio neste primeiro fim de semana do novo ano. No sábado, outras duas mulheres, de 27 e 56 anos, foram esfaqueadas até à morte pelos companheiros.

O caso está a ser tratado como crimes em “contexto familiar”, mas as circunstâncias da tragédia ainda não são claras, de acordo com o Ministério Público francês. Não havia queixas de violência doméstica.

O suspeito, com pouco mais de 30 anos, tinha má reputação junto das autoridades policiais, avança a AFP.

De acordo com o último relatório do Ministério do Interior, 102 mulheres foram mortas pelos seus companheiros ou ex-companheiros em França, em2020. Eram 2019, foram 146.